29/06/2016 | 08h46

CELULAR NÃO COMBINA COM DIREÇÃO


 

Quando alguém se envolve em um acidente de trânsito é muito comum a falta de atenção ser principal fator. Um desvio no olhar, uma troca de estação de rádio ou uma simples chamada no celular. Pois é,o motorista tem que estar atento em tudo o que acontece ao seu redor, e atualmente o uso do celular na direção tem contribuído para um aumento em 400%,no risco de um acidente.

Apesar de associarmos o uso do celular a apenas uma ligação, o perigo pode existir e ser até mais arriscado quando enviamos um SMS, teclamos mensagens pelas redes sociais e também quando acessamos uma página na internet. Quando teclamos, nossa reação pode ser até 35% menos para se evitar um possível acidente.

Muitas pesquisas e entidades do segmento costumam fazer comparações das causas de acidentes de trânsito, por exemplo, algumas indicam que usar o celular enquanto dirige já pode ser considerado mais perigoso do que conduzir um veículo sob efeito de álcool ou drogas.

O perigo está iminente! Mas para muitos ainda sempre dá para dar um jeitinho para continuar com o aparelho sem a fiscalização agir. No artigo 252 do CTB - Código de Trânsito Brasileiro, Lei Nº 9.503, de 23de setembro de 1997, é proibido dirigir o veículo “utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular”. Portanto, alegislação permite o uso de viva-voz. No entanto, é preciso reforçar que mesmo com este “ganho”, o perigo continua, pois, a concentração não está voltada paraa direção e sim para o diálogo.

E ai, eu faço uma pergunta. Conversar usando viva voz não é a mesma coisa que conversar com alguém ao lado como passageiro? Não!Quando existe um passageiro, é claro, que devemos continuar a dirigir coma atenção , e esse passageiro costuma nos ajudar para que possamos continuar atentos a cada perigo e a cada situação adversa, que possa aparecer para o condutor. Agora quando esta pessoa está do outro lado da linha, em nenhum momento, a conversa será interrompida para alertar sobre tal perigo.

Não adianta querer enganar a fiscalização, o importante é estarmos conscientes que o nosso papel na direção é manter a segurança de todos.

Utilizar aparelhos celulares no trânsito pode aumentar muito o risco de acidentes porque a atenção do motorista fica comprometida. Além de desviar o olhar, o condutor fica alheio ao que está acontecendo à sua volta, pois direciona o seu interesse para a conversa que está acontecendo por meio do aparelho.

Vale lembrar que falar ou manusear o celular se tornou uma infração gravíssima, após reajuste nos valores das multas e também medidas que endurecem as punições previstas   no Código de Trânsito Brasileiro.

A partir de novembro, o motorista que for flagrado terá que pagar multa de R$ 293,47, além de perder sete pontos na carteira nacional de habilitação.

Seja um motorista consciente. Se precisar usar o celular, estacione o carro em um local seguro.

 (Fotografia: )

InfoTC Serviços

infotc@infotc.com.br