siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Bittencourt pede fortalecimento de Políticas Públicas de combate à violência contra a Mulher

10 de Outubro de 2018, 14:47

por Acácia Mérici

Na Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) nesta quarta-feira, 10, o vereador Professor Bittencourt (PCdoB) destacou a importância do Dia Nacional de Combate à Violência contra a Mulher. “Esse é um tema que deve ser tratado com muita seriedade, responsabilidade e cuidado. No Brasil, diariamente muitas mulheres ainda são vítimas de violência doméstica, dos mais diversos assédios sexuais e morais. A sociedade precisa refletir sobre os números assustadores de agressões”, comentou o parlamentar.

Bittencourt pontuou que é preciso que sejam elaboradas e fortalecidas Políticas Públicas para atender todas as mulheres vítimas de violência. “Existem grandes avanços, a exemplo da Lei Maria da Penha, um importante mecanismo que protege a mulher contra a violência doméstica e o feminicídio. As mulheres também contam com o número 180 para denunciar todo e qualquer tipo de agressão. As mulheres não podem calar a sua voz e devem, sim, lutar cada vez mais pelos seus direitos. Precisamos ficar sempre atentos, criminalizar os agressores, denunciar e tratar com responsabilidade essa questão tão relevante que, às vezes, é negligenciada”, disse.

Ainda na Tribuna, Bittencourt pediu que as pessoas possam refletir sobre o atual processo eleitoral brasileiro, analisando o comportamento e as propostas dos candidatos para os cargos majoritários nacionais a respeito dessa temática.

“Todos temos uma relação com o universo feminino. Todos somos surpreendidos por uma série de discursos que objetificam a mulher. Não se pode vociferar o machismo. A mulher precisa ser tratada com toda atenção ética e política. Que todas as mulheres do Brasil sejam respeitadas como ser humano, pelo seu poder, pela sua capacidade, pela sua intelectualidade, por tudo. Que esse dia de luta seja de reflexão e de combate cada vez mais contundente a esse ato abjeto e iníquo que é a violência contra a mulher. Todas as mulheres merecem respeito”, comentou.

Foto Gilton Rosas

  • Medium d966050122e272e6c00bba644cbc2cb5