siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Espaço Cuidar do Bugio passa por reforma para melhor acolher a comunidade

10 de Fevereiro de 2018, 08:20

 

Para oferecer melhor estrutura para a comunidade, o Espaço Cuidar do Bugio está passando por uma grande reforma desde o final de dezembro. Nesta sexta-feira, o secretário Zezinho Sobral visitou as obras do local, que é um centro de cidadania e Inclusão Social mantido pelo Governo do Estado, destinado ao convívio comunitário. Frequentam o Espaço crianças, jovens, adultos e especialmente idosos, que desfrutam de ações de lazer, atividades físicas e práticas de bem estar em geral. Em 2017, cerca de 5.500 pessoas participaram de atividades no local.

“Esse prédio foi inaugurado em 1982 e precisava de uma grande reparação em sua estrutura. Durante um café da manhã que participei com o grupo de idosos, conversei com frequentadores para ouvir a comunidade. A partir de então, atendi aos pedidos. O Espaço Cuidar do Bugio é voltado para o atendimento e inclusão de toda a comunidade com projetos de socialização. As intervenções já estão sendo feitas e estamos recuperando toda a parte interna e externa”, explicou o secretário de Estado da Inclusão Social, Zezinho Sobral, durante a visita ao local. Entre as melhorias, o Espaço Cuidar está ganhando novas redes elétrica e hidráulica, além de serviços de pintura, troca de telhados, aplicação de forros e construção de um novo muro.

“Com a nova rede elétrica, o laboratório de informática e a sala de costura serão aprimorados. A recuperação da quadra e do campinho de areia, muito esperada pela juventude do bairro, também já estão em andamento. Outro trabalho está sendo feito para acabar com as infiltrações. Enfrentamos os problemas que esse espaço veio adquirindo ao longo dos anos, inclusive pela grande presença de animais – outra questão que temos enfrentado, conversando com ambientalistas. Queremos que o Espaço Cuidar volte à sua plenitude e possa acolher da melhor forma a comunidade”, detalhou o secretário.

O Espaço Cuidar do Bugio possui biblioteca, laboratório de informática, auditório, espaço infantil, cozinha, salas para ginástica e atividade física, quadra de esportes e campo de areia. Amplamente frequentado pela comunidade, abriga diversas atividades como ensaios de grupos de dança, capoeira e práticas esportivas. Entre elas, chama atenção o grupo “Caminhando com a Melhor Idade”, que faz a diferença na vida dos idosos do bairro. Quinzenalmente, aproximadamente 50 idosos se encontram para atividades de lazer, dança, música e, claro, rever amigos. Dona Maria Rita da Conceição, 61 anos, é uma das participantes mais animadas.

“Aqui ganhei outra família. Sou viúva e não percebia como estava deprimida. Consegui resgatar minha autoestima. Eu vivia cheia de dor na coluna, aí comecei a fazer academia, a dançar carimbo e fiquei curada. Participo de muitas palestras e passeios. Sempre nos reunimos para brincar, conversar sobre a vida, cozinhar e aprender umas com as outras. Aqui fazemos tudo que temos direito e somos tratadas com carinho. Quando ficar pronta essa reforma, o Espaço vai ficar ainda mais especial. Falei para o próprio secretário que precisávamos de melhorias. E ele veio. Ouviu nosso pedido”, comemorou dona Rita.

Desde 2017, a Seidh vem cumprindo um cronograma de reformas, começando pelos Abrigos Estaduais Regionais de Carmópolis e Frei Paulo, Restaurante Popular Padre Pedro e, após o Espaço Cuidar do Bugio, segue para o Centro de Arte e Cultura J. Inácio. A Seidh também está preparando um espaço destinado ao funcionamento de uma Casa Abrigo Estadual para acolher mulheres vítimas de violência, em risco iminente de morte, até a resolução das situações nas quais estão inseridas. A previsão é que ela seja entregue até o Dia da Mulher, em maço próximo.

Fonte e foto assessoria