siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Seidh e Astra estabelecem ações para a população LGBTQ em 2018

12 de Janeiro de 2018, 06:13

O secretário de Estado da Inclusão, Assistência Social e Direitos Humanos, Zezinho Sobral, recebeu nesta quinta-feira, 11, Tatiana Araújo, presidente da Associação de Travestis e Transgêneros de Aracaju (Astra) e conselheira da Rede Nacional de Pessoas Trans (Rede Trans Brasil). O objetivo do encontro foi pactuar diversas ações de fortalecimento dos direitos humanos e a inclusão da população LGBTQ para 2018. Dentre as pautas discutidas está a reforma estrutural da sede da instituição.

“A sede precisa de reformas básicas e adequação da estrutura para que tenhamos segurança e até mesmo receber propostas de convênios para viabilizar as ações. Queremos aprimorar o nosso espaço para que, em breve, possamos oferecer um lugar para cultura, realização de cursos. A reestruturação nos dará possibilidades para fortalecer nossas atividades”, comentou Tatiana.

Além da reforma, foi debatida a implementação do Conselho Estadual LGBTQ.  “Essa importante pauta já foi discutida e está no processo de amadurecimento. Ficamos felizes com o compromisso do secretário Zezinho Sobral em compreender a importância do conselho e dedicar que o Governo marque a instalação desse canal de diálogo legítimo. Toda vez que conversamos com ele saímos com grandes respostas porque ele é um gestor que ouve, nos entende, conhece os termos técnicos e nos respeita”, destacou.

A Astra conta, atualmente, com mais de 250 membros cadastrados por 27 municípios sergipanos. A instituição é reconhecida nacionalmente e abrange com seus serviços a população LGBTQ em todo o estado de Sergipe, através de seminários, palestras, paradas e ações de prevenção de saúde e inserção dos direitos humanos.

Para o secretário Zezinho Sobral, o Governo do Estado, através da Seidh, está sempre de portas abertas para o diálogo, a criação e execução de políticas públicas voltadas à população LGBTQ.

“Reafirmamos o nosso compromisso e vamos unir forças para a reforma da sede da Astra, através de um Termo de Cooperação Técnica. Podemos, também, viabilizar, através do Núcleo de Apoio ao Trabalho (NAT), cursos e capacitações profissionais para os membros da associação. Nos somamos à Astra nas lutas que os membros empreendem diariamente, por uma sociedade livre de preconceito e igualitária. Uma gestão comprometida constrói a cidadania e fortalece o respeito”, comentou Zezinho Sobral.

O coordenador Estadual dos Direitos Humanos da Seidh, João Francisco dos Santos, também participou da reunião. “Estamos sempre abertos ao diálogo. A implementação do Conselho Estadual LGBTQ é muito importante porque precisamos que o controle social seja efetivo e que a política esteja cada vez mais participativa”, afirmou.

Fonte e foto assessoria