siga nossas
redes sociais:

Fecomércio aponta comércio eletrônico como solução para enfrentar coronavírus

20 de Março de 2020, 13:30

 

Com o problema decorrente da pandemia do coronavírus, as medidas tomadas pela Prefeitura de Aracaju implicam em mudanças comportamentais bruscas no comércio de toda a cidade. O fechamento de lojas é uma situação iminente e as vendas irão sofrer um grande impacto. Entretanto, existem empresas que encontrarão na crise uma oportunidade de crescimento. O comércio eletrônico, ou e-commerce, irá crescer sobremaneira dentro da cidade.

Muitas empresas ainda não possuem ferramenta de comércio na internet e isso, como uma das preocupações do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, que trabalha para criar novas oportunidades e sustentação sólida do ambiente de negócios, foi firmada uma parceria com a empresa Virtuaria. O resultado foi o Aracaju Shopping Virtual, no endereço shopaju.com na rede mundial de comunicações.

O produto é uma ferramenta que agregará em uma plataforma digital, oportunidades de compra e venda de produtos no ambiente online, indo além do limite básico das transações comerciais, sendo uma plataforma de múltiplas ofertas de produtos e serviços, buscando a competitividade no mercado e a melhor oferta de produtos com relação custo x benefício para o consumidor.

Dentro da plataforma que abrigará o sistema, cada empreendedor terá sua loja própria, com design e administração independente. Ou seja, o negócio tomará a proporção que o proprietário desejar, para se adequar aos clientes captados pela Shopping Aracaju Virtual. O mecanismo também trabalhará com a promoção de vendas para os empresários que participarem da iniciativa, através de dispositivos que ampliem a visibilidade do negócio.

Segundo o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, para enfrentar a crise no comércio, a inovação nos negócios é fundamental e o Aracaju Shopping Virtual está preparado para atender as demandas dos empresários com celeridade.

“Temos que encontrar meios de enfrentar a crise e garantir que os negócios continuem em atividade. Se não houver vendas, as empresas fecham por falta de faturamento e pessoas ficam desempregadas. Isso prejudica de modo severo toda a economia e ciclo produtivo. A Fecomércio, nessa parceria conseguiu benefícios exclusivos para as lojas dos sindicatos. E isso é fundamental para sobreviver no mercado. É uma ferramenta simples, rápida e que conecta o consumidor com o lojista, sempre dando a oportunidade de encontrar o produto que deseja a preço justo e com entrega em casa. Nesse momento de isolamento social, o comércio virtual crescerá muito e quem estiver no mercado digital continuará vendendo”, comentou.

Os lojistas que participarem da iniciativa, de acordo com o consultor de tecnologia, terão grandes benefícios, como o aumento das vendas, recursos para atrair o consumidor, uso de estratégias de marketing para dar visibilidade às lojas virtuais, a credibilidade associada ao Shopping Aracaju Virtual, entre outras. Isso tudo com um custo baixo para a manutenção do empreendimento online. 

Por Márcio Rocha

Foto assessoria