siga nossas
redes sociais:

Gestão planejada eleva Aracaju à categoria ‘A’ do Mapa do Turismo 2019

11 de Setembro de 2019, 15:33

 

Aracaju é o único município sergipano inserido na categoria A do Mapa do Turismo Brasileiro 2019. A classificação, conferida pelo Ministério do Turismo (Mtur), deve-se à preservação e modernização que a Prefeitura de Aracaju tem garantido aos principais pontos turísticos da cidade.

De acordo com portaria do Ministério do Turismo, estar na categoria ‘A’ possibilita à cidade pleitear apoio a eventos geradores de fluxo turístico. Assim, Aracaju passa a poder contar com até R$400 mil por ano do Governo Federal para a realização de eventos turísticos.

“A certificação comprova o engajamento dos municípios com o setor de turismo. O Mapa é uma ferramenta que orienta as políticas públicas do MTur a definir ações prioritárias para o destino, como infraestrutura, qualificação e promoção”, explica a técnica e especialista em planejamento em turismo, jornalista e presidente da Instância Regional de Governança do Polo Costa dos Coqueirais, Cassandra Teodoro.

Desde o início de 2017, a atual gestão tem trabalhado para melhorar a vida dos aracajuanos com base no Planejamento Estratégico que visa a construir uma cidade humana, inteligente e criativa. A consagração dessa tríade evoca o investimento em todos os setores de responsabilidade do Executivo Municipal, dentre eles a pasta do Turismo que, a partir dos investimentos recebidos, começa a colher frutos benéficos à capital sergipana.

“Esse título facilita a transferência dos recursos do Governo Federal para Aracaju. Quando um município possui a marca da classe A significa que ele está na pauta do Ministério do Turismo. Essa conquista tem influência direta do trabalho do prefeito Edvaldo Nogueira em manter a cidade limpa, organizada e nossos pontos turísticos apresentáveis, o que foi fundamental para conquistarmos essa classificação”, pontua o secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo, Marlysson Magalhães.

A captação de recursos em Brasília, reuniões com empresários e representantes de entidades, como associações da cadeia produtiva do turismo turismo local, bem como a participação da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo (Semict), de fóruns e feiras do turismo em algumas regiões do Brasil também tiveram um papel determinante para a conquista dessa titulação.

Ações da Semict

Para aumentar a participação de turistas na cidade, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Semict, tem buscado e apoiado e realizado eventos em diferentes modalidades.

O esforço da atual gestão em elaborar projetos coesos para o turismo de Aracaju e torná-lo atrativo competitivo na região e no país, passa, também, pela capital do país, onde está a sede do Ministério do Turismo, fonte de recursos buscada, constantemente, pela Semict, para discutir sobre projetos de revitalização da Orla do Bairro Industrial e a recuperação do Banho Doce, na região da Aruana, por exemplo.

“Uma vez por mês entro em contato com o Ministro do Turismo por meio dos deputados federais para conversar sobre os recursos. A Semict está bem próxima do Mtur, e estamos com boas expectativas”, afirma o secretário Marlysson Magalhães.

AAN

Foto Ana Lícia Menezes