Procon Aracaju realiza nova pesquisa comparativa de preços dos cortes de carnes

17 de Setembro de 2021, 15:41

Nesta sexta-feira, 17, o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), que integra a Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), disponibiliza nova pesquisa comparativa de preços dos cortes de carne. O levantamento apresenta os dados coletados em sete estabelecimentos comerciais na capital.

Foram observados os preços de 53 diferentes itens, entre eles cortes de carne bovina, suína, frango e linguiça calabresa. "A variação de preços dos itens consta na tabela, assim como informações sobre os locais onde foram coletados os dados. Nosso objetivo é proporcionar referência de preços ao consumidor e subsidiar o monitoramento de mercado", explica o coordenador do órgão de proteção ao consumidor de Aracaju, Igor Lopes.

O quilo da picanha foi identificado com valores entre R$48,90 e R$79,90. JNa pesquisa desenvolvida em maio deste ano, os preços registrados estiveram entre R$46,99 e R$65,99. Já o quilo do peito de frango está, de acordo com a última pesquisa, com valores entre R$12,00 e R$19,99.

O serviço disponibilizado ao público visa, também, estimular os consumidores a realizarem pesquisa de preços, de maneira a praticar o consumo consciente. "A variação de preços existe e é permitida, observando alguns critérios. A garantia da livre concorrência é instituída pela Constituição Federal, consideradas as disposições do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que proíbe a elevação injustificada de preços e também a exigência de vantagem manifestamente excessiva", destaca o coordenador do Procon Aracaju.

Para esclarecer dúvidas ou registrar denúncias, o Procon Aracaju disponibiliza o SAC 151 e a linha telefônica 3179-6040, que funcionam em dias úteis, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Também é possível encaminhar solicitações através do e-mail procon@aracaju.se.gov.br.

Confira a pesquisa completa.