Quatro municípios não estão autorizados a abrir igrejas, barbearia e salão de beleza

29 de Junho de 2020, 08:07

 

Conforme anunciado pelo governador Belivaldo Chagas, o Plano de Retomada Econômica tem inicio nesta segunda feira, (29), em todo o estado, com exceção de alguns setores do comércio para quatro municípios da Grande Aracaju (Barra dos Coqueiros, Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão), que não estão autorizados a abrir salões de beleza, barbearia e estabelecimentos de higiene pessoal, templos e atividades religiosas. No dia 30 de junho, o Comitê Gestor de Retomada Econômica(COGERE) deverá deliberar sobre a autorização de funcionamento dessas atividades nesses municípios. 

 

O início do Plano é representado pela bandeira Laranja, com isso, estará autorizada a abertura de clínicas e consultórios de odontologia, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e terapia ocupacional, bem como serviços especializados de podologia; demais escritórios de prestadores de serviços e serviços em geral (publicidade, agências de viagem etc); operadores turísticos e atividades de treinamento de desporto profissional.

 

Na fase Laranja, terão ainda a permissão lojas de cosmético, perfumaria e higiene pessoal, somadas a livraria, comércios de artigos de escritórios e papelaria. Na capital, Aracaju, essas atividades deverão observar o horário de funcionamento de 9h às 16h.

 

 

Além disso, templos e atividades religiosas, limitados a 30%; salões de beleza, barbearias e de higiene pessoal estão autorizados a funcionar, com exceção dos municípios da Grande Aracaju. A restrição da abertura destas atividades nesses quatros municípios da Grande Aracaju levou em consideração a matriz técnica de risco sanitário, aglomeração de pessoas, características do contágio, empregabilidade e circulação econômica.

 

“Aracaju, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão e Socorro não estão autorizados a abrir salões de beleza, barbearia e estabelecimentos de higiene pessoal, templos e atividades religiosas. Nos demais municípios estão autorizados”, enfatizou Belivaldo Chagas.

 

 

O COGERE deverá deliberar, na reunião do dia 30 de junho de 2020, sobre a autorização de funcionamento dessas atividades em Aracaju, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão e Socorro.

 

Protocolos

 

O início da retomada econômica está condicionado à publicação dos protocolos sanitários individualizados por setor econômico pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Confeccionados com rigor técnico e científico, os protocolos serão publicados através de portaria, sendo específicos para cada setor e preveem fiscalização e ações de monitoramento contínuo, coordenados pelo poder público e os setores produtivos.

 

Representado por cores e por fases, o plano especifica as atividades especiais sem data prevista, pois a cada fase liberada, serão estudados o cenário e os dados da pandemia no estado pelo Comitê Gestor de Retomada Econômica (COGERE) e o Comitê Gestor de Emergência (CGE).  O principal indicador para a flexibilização e abertura do setor produtivo é a quantidade de leitos Unidades de Terapia Intensiva (UTI) disponível para a população.