siga nossas
redes sociais:

Academia Gloriense de Letras promoveu o nesta terça-feira o V SALS

04 de Setembro de 2019, 09:01

A Academia Gloriense de Letras realizou a V edição do Seminário das Academias Literárias de Sergipe (V SALS), reunindo as Academias para pensarem na Literatura Sergipana ontem, hoje e amanhã. O evento foi concorrido e versou sobre o Cangaço, com três mesas compostas por grandes conhecedores da temática. A primeira mesa, tratou do Cangaço ontem que foi concretizada pelos escritires José Bezerra e Rangel Alves, tendo Tancredo Wanderley como coordenador.

A segunda, trouxe a expressão do Cangaço no Cordel e foi conduzida por Jorge Henrique e debatida por Belarmino, Salete e Gilmar Ferreira. A Bienal do Livro de Itabaiana foi apresentada por Domingos Pascoal e Saracura. Chegando ao final, a terceira mesa tratou do Cangaço amanhã com a participação de Robério Santos e a coordenação de Solange da Gama. Robério nos mostrou como é possível atrelar o universo literário ao da tecnologia, demonstrando a partir do canal "O cangaço na Literatura ".

O poeta Santo Souza foi homenageado pela professora Anabi e por Gilmar Ferreira. Estiveram presentes as academias e movimentos: Academia Sergipana de Letras, Academia Gloriense de Letras, Academia Aquidabãense de Letras, Cultura e Artes, Academia Tobiense de Letras, Academia Japaratubense de Letras, Cultura e Artes, Academia Cristinapolitana de Letras e Humanidades, Academia de Letras Brasil/Suíça Núcleo Internacional Sergipe, Academia Sergipana de Cordel, Academia Brasileira de Cordel, Academia de Letras de Aracaju, Academia Literária do Amplo Sertão Sergipano, Academia Estanciana de Letras, Academia Dorense de Letras, Academia Barracoqueirense de Letras e Artes, Academia Groairense de Letras, Academia Canideense de Letras e Artes, Academia Maruinense de Letras, Academia Riachuelense de Letras, Academia Estudantil de Sergipe, Academia Literária de Vida, Movimento Via Láctea e Cariri Cangaço. Agradecemos a todos pelo apoio e por acreditarem na proposta. A nossa literatura precisa de mais espaços. Que venha o VI SALS!

Carlos Alexandre N. Aragão

Vice-presidente da Academia Gloriense de Letras