siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Comunidade presta solidariedade a professora que foi agredida

11 de Abril de 2018, 10:17

Pais, mães, responsáveis, estudantes, demais membros da comunidade escolar, professores de Malhada dos Bois e região foram prestar solidariedade a professora Vânia Correia, na manhã desta terça, 10, na delegacia do município.

A professora, que é diretora da Escola Municipal Santa Maria localizada no povoado Cruz da Donzela, foi prestar queixa depois sofrer agressões físicas por parte mãe e irmã de uma estudante na última sexta, dia 06.

Além dela também foram vítimas das agressões o professor Gilson dos Santos e a executora de serviços básicos, Moniclea Guimãres.

“Precisamos construir uma cultura de paz dentro das escolas, esse ato de hoje é para responsabilizar quem cometeu a agressão e não uma forma de vingança”, aponta Thiago Oliveira, advogado que acompanha o caso.

Para a diretora do Departamento de Bases Municipais do SINTESE, professora Sandra Moraes é preciso que se faça uma reflexão dos motivos que levam a violência para dentro da escola. “Precisamos discutir de onde vem essa violência e essa discussão precisa ser ampliada para toda a comunidade escolar”, apontou.

O caso

Na última sexta, a equipe diretiva da escola solicitou a presença da mãe da estudante K.S.N para relatar um fato ocorrido na escola. Ao chegar a unidade de ensino Aline Patrícia da Silva (mãe de K.S.N) sequer permitiu que a diretora apresentasse a situação e já partiram para a agressão tanto verbal quanto física. Foi necessária a intervenção de outras pessoas para que as agressões tivessem fim.

Sintese - Por Caroline Santos