siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Estudante do Colégio Estadual Tobias Barreto é selecionado para o Programa Jovem Senador

08 de Outubro de 2018, 13:49

 

O aluno Wagner dos Santos Almeida também foi aprovado para participar do Programa Parlamento Jovem Brasileiro

Por Lívia Lessa

O jovem Wagner dos Santos Almeida, aluno da 3ª série do Ensino Médio do Colégio Estadual Tobias Barreto, localizado em Aracaju, foi o primeiro colocado no Programa Jovem Senador. Ele irá representar Sergipe na Semana de Vivência Parlamentar, que acontecerá no período de 19 a 24 de novembro. O estudante também participou na semana passada, de 1° a 5 de outubro, do Programa Parlamento Jovem Brasileiro.

“Eu recebi a notícia de que passei no Jovem Senador quando estava em Brasília, participando do Parlamento Jovem Brasileiro. No momento, comemorei com os meus novos amigos que fiz durante as atividades e todos me cumprimentaram e parabenizaram. Saber que represento jovens tão engajados e emponderados me deixa muito feliz”, declara Wagner dos Santos Almeida.

O estudante elogiou as iniciativas realizadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio das ações da Assessoria Internacional. “Programas como o Jovem Senador e o Parlamento Jovem Brasileiro são fundamentais; conhecer como nosso Brasil é diverso em cultura, aprender mais sobre o processo legislativo. Tem também a questão de o curso que pretendo fazer ser relacionado com esses programas”, disse, ao comentar que o seu sonho é cursar Direito.

Para Wagner dos Santos Almeida, essas iniciativas devem ser cada vez mais divulgadas para chamar a atenção dos jovens. “Precisamos acabar com a imagem deturpada da política. Fazer política é um ato humano, que deve ser feito corretamente”, afirma.

Programa Jovem Senador

Neste ano, o Concurso de Redação do Programa Jovem Senador teve como tema “A Constituição Cidadã 30 Anos Depois”. A redação de Wagner dos Santos Almeida teve como título “Qual o caminho para a ‘Ordem e Progresso’”.

O discente reconhece que o apoio e ensinamentos da orientadora Sandra Correia de Santana foram primordiais para ele ser selecionado no Programa.  “O auxílio da minha professora foi muito importante. Eu fiquei fazendo e refazendo meu texto inúmeras vezes, sempre pensando como poderia resumir um assunto tão importante como a Constituição Cidadã numa redação de 30 linhas”, relembra. A educadora irá acompanhar Wagner durante as atividades no Senado Federal.

Além do estudante do Colégio Estadual Tobias Barreto, foram selecionados no Programa os alunos do Colégio de Estadual Marcolino Cruz Santos, em Macambira, Aderruan Félix dos Santos, e do Colégio Estadual Eduardo Silveira, em Itabaiana, Luiz Fabiano Nascimento dos Santos.  Mas somente o primeiro colocado irá representar Sergipe.

Os 27 alunos selecionados, sendo um de cada unidade da Federação, atuarão como jovens senadores em Brasília, no próximo mês de novembro. A cada ano cresce o número de estudantes interessados em participar da iniciativa.  No Brasil houve um aumento de 28% em comparação a 2017.

De acordo com a técnica da Assessoria Internacional, Nádia Cardoso, em Sergipe também teve um acréscimo significativo do número de participantes. “Esse Programa permite um entendimento de questões atuais a partir da compreensão do contexto histórico. O Jovem Senador amplia as discussões feitas em sala de aula. Além disso, os estudantes podem refletir sobre as realidades sociopolítica, econômica e cultural do país. Dessa maneira, é uma vivência enriquecedora, e durante a semana no Senado Federal os alunos aprendem ainda mais sobre os seus direitos e deveres como cidadãos”, explica.

Ainda segundo Nádia Cardoso, em Brasília o estudante irá participar de uma jornada legislativa e ainda conhecer acerca do papel do senador. “No período que antecede a viagem, a Seed, em parceria com a Câmara Municipal de Aracaju (CMA), irá promover uma vivência para os três selecionados no Programa Jovem Senador”, anuncia a técnica.

Parlamento Jovem Brasileiro

A técnica da Assessoria Internacional, Célia Gil, participou, juntamente com o estudante, de todas as atividades do Parlamento Jovem Brasileiro. De acordo com ela, os 27 coordenadores acompanharam os 78 jovens parlamentares durante a 15ª edição do programa. “Foi uma experiência enriquecedora e inesquecível para todos os participantes. É notório o empenho e interesse dos alunos da rede estadual de ensino. Eles aproveitam e valorizam as oportunidades”, disse Célia Gil.

Wagner comenta que o Parlamento Jovem Brasileiro foi uma experiência única. Mas em toda a vivência, dois dias se destacaram como os mais marcantes e emocionantes. “O primeiro momento foi o do passeio cívico, nos emocionamos quando entramos na Catedral Metropolitana de Brasília. Já o segundo, foi no dia 5 de outubro, data em que se comemora o aniversário da Constituição Federal. Na oportunidade, além de ter sido a nossa última plenária, foi o momento de despedida.

Naquele dia eu e os outros selecionados começamos a nos separar e perceber que estaríamos a quilômetros de distância dos outros”, diz.

O programa Parlamento Jovem Brasileiro é uma iniciativa da Câmara dos Deputados, que seleciona estudantes do ensino médio de todo o Brasil para simular a jornada de trabalho de um deputado federal. Durante cinco dias, esses jovens criam projetos de lei, simulam a rotina dos deputados federais e aprendem sobre todas as etapas do processo legislativo. O número de representantes jovens por estado e Distrito Federal é distribuído de maneira proporcional, como nas eleições oficiais.

Foto assessoria

 

  • Medium b83a3eb4c900db840742020991630830