siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Larissa Pavani participará de um intercâmbio nos EUA com estudantes de todo o Brasil

31 de Outubro de 2018, 15:57

Por Ítalo Marcos

Larissa Pavani Santos, aluna do 2º ano do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana, foi selecionada pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil para representar Sergipe no programa Jovens Embaixadores. A divulgação ocorreu na tarde de terça-feira, 30, quando foram publicados os nomes dos 50 selecionados que irão viajar por três semanas para os Estados Unidos e representarão o Brasil no programa Jovens Embaixadores.

O programa é voltado para alunos de escolas públicas de 15 a 18 anos de idade, com um bom nível de inglês e que tenham, no mínimo, um ano de trabalho voluntário.

De acordo com a coordenadora estadual do Jovens Embaixadores, Célia Gil, os selecionados passaram por algumas etapas de seleção até chegar à lista final dos que irão participar do intercâmbio. Primeiro, os candidatos se inscreveram através do Facebook da Embaixada Americana. Depois passaram por uma prova oral e uma prova escrita, aplicadas por uma banca examinadora composta por professores de escolas públicas, particulares e da Universidade Federal de Sergipe.

A Assessoria Internacional da Seed enviou para a embaixada toda a documentação e as provas dos candidatos que tiveram média acima de 6,5, e a embaixada realizou a seleção final dos 50 alunos de todo o Brasil que participarão do programa.

 “É com muita alegria que recebemos o resultado de Larissa Pavani ter sido selecionada. Ela demonstrou nas provas escrita e oral um desempenho muito bom. Além disso, Larissa desenvolve um excelente trabalho voluntário em sua escola e na comunidade. Agora estamos ajudando Larissa a preparar toda a documentação para a viagem aos Estados Unidos. Essa é uma vitória dela, que estudou inglês sozinha, e uma vitória da Secretaria de Estado da Educação, que está oferecendo todo o apoio logístico”, disse Célia Gil.

Expectativas

A aluna Larissa Pavani está cheia de expectativas para o intercâmbio nos EUA. “Espero, com essa experiência, me redescobrir como profissional e como alguém que tem papel de liderança em minha comunidade. Quero descobrir quais são as minhas vontades e meus projetos. Pretendo também aprimorar o idioma inglês e conhecer outras pessoas. Temos que estar sempre abertos a outras culturas e formas de pensar”, declarou.

A jovem relatou que ficou sabendo do Programa Jovens Embaixadores através de um amigo, Teylon Barreto, que foi o aluno selecionado no ano passado. Ela sempre teve o sonho de fazer intercâmbio, e se identificou com os pré-requisitos necessários para participar. “Sempre quis fazer intercâmbio e representar o meu país, mas eu não sabia como, pois, para mim, seria impossível, já que minhas condições financeiras não permitiriam isso. Quando conheci o programa, vi que eu tinha o perfil e decidi que tinha que participar”, explicou.

Ela desenvolve um trabalho voluntário ensinando inglês a pessoas pobres em sua comunidade. Larissa revelou que começou a aprender o idioma americano aos 13 anos. “Para mim era uma inspiração quando eu via na internet pessoas falando inglês. Me senti com vontade de saber falar e passei a aprender sozinha. Eu, como aluna da escola pública, posso provar que temos sim a capacidade de sermos selecionados em programas como esse. Acreditem e se esforcem, pois todos são capazes de aprender inglês. O mais importante é o seu papel como líder, como uma pessoa que se engaja com a sua comunidade”, afirmou.

O coordenador do Colégio Estadual Murilo Braga, Jackson Trindade, comemorou a conquista da aluna. “A escola e a comunidade ficam felizes, pois Larissa é uma aluna que sempre se destacou dentro da escola, sendo sempre muito prestativa e interessada por várias coisas. Ela tem uma trajetória construída a partir de uma intenção de crescer, e isso consagra o sucesso dela em realizar esse feito”, disse.

Foto Janaina Santos

  • Medium 0d3d0658a202594bd228823a42cacd93