Retorno presencial: alunos e professores focam na preparação para o Enem

19 de Novembro de 2020, 06:43

 

Até o final de novembro, as aulas presenciais retornam, por enquanto, apenas para os alunos dos terceiros anos do Ensino Médio regular; concluintes da Educação Profissional Tecnológica (EPT) integrada ao Ensino Médio; Educação de Jovens e Adultos Ensino Médio (EJA-EM); e do programa Pré-Universitário da Seduc (Preuni), em 209 escolas estaduais

Com o retorno gradual às aulas presenciais na rede estadual de ensino, que teve início nessa terça-feira (17), os alunos e professores estão aproveitando essa reta final e focando na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontecerá nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Até o final de novembro, as aulas presenciais retornam, por enquanto, apenas para os alunos dos terceiros anos do Ensino Médio regular; concluintes da Educação Profissional Tecnológica (EPT) integrada ao Ensino Médio; Educação de Jovens e Adultos Ensino Médio (EJA-EM); e do programa Pré-Universitário da Seduc (Preuni), em 209 escolas estaduais. Em Aracaju, ao todo, 44 unidades de ensino da rede estadual estão voltando presencialmente até o dia 30.

O superintendente executivo da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor José Ricardo de Santana, esteve na manhã desta quarta-feira, 18, no Colégio Estadual 24 de Outubro, no bairro 18 do Forte, para verificar as condições da unidade de ensino. “As escolas, dentro das condições de cada uma, com os recursos que receberam, e com a montagem dos comitês que fizeram, pegaram todas as orientações, estudaram o manual. Estamos vendo hoje a situação dos alunos, todos em sala de aula com o comportamento adequado, usando máscaras, tudo dentro daquilo que a gente espera. Entendemos que é importante fortificar o ambiente escolar, que trará contribuições para o aprendizado dos alunos e também algumas ações de saúde”, disse.

A diretora Ivone de Moraes destacou que o retorno dos alunos se deu de maneira tranquila, ocasião em que foi feito o acolhimento aos estudantes, dando todas as informações de como eles devem proceder dentro da escola, e mostrando todos os equipamentos que foram adquiridos com recursos do Profin-Pandemia. A unidade de ensino está toda sinalizada, com adesivos de distanciamento em locais estratégicos e suporte de álcool em gel e tapetes sanitizantes em todas as salas. “Esse reencontro foi muito salutar, pois vemos no rosto de cada aluno a felicidade de se verem novamente e o interesse na aprendizagem. Eles estavam tendo aulas remotas, mas não são iguais às aulas presenciais. Estão se sentindo felizes em estarem retornando e agradecidos pelo esforço e empenho que a escola tem com eles. Agora, com as aulas presenciais, vamos prepará-los melhor para fazerem o Enem com convicção e com qualidade”, declarou.

O aluno Elis Antônio ainda não decidiu para qual curso prestará o Enem, mas comemora o retorno das aulas. “Está ótimo, bem melhor do que em casa, com as aulas remotas. Agora nós temos mais motivação e interesse em estudar. Com esse retorno, tendo a presença do professor em sala de aula, é bem melhor para tirar as dúvidas, então a gente se prepara melhor para o Enem”, afirmou.

A professora de Geografia, Laiane Fonseca Pinheiro da Silva Lopes, também vê com bons olhos o retorno às aulas presenciais. “Vejo que os alunos estão motivados, querendo realmente estudar e aprender; então está sendo muito bom. Aqui na escola todas as medidas de saúde estão sendo seguidas. Agora, nessa reta final para o Enem, as aulas presenciais oferecem algo mais completo para eles, e assim fica mais fácil passar os assuntos para os alunos e eles aprendem com mais facilidade”, declarou.

Santos Dumont

No Centro de Excelência Santos Dumont, no bairro Atalaia, a estrutura está toda organizada para receber os estudantes. A diretora Jeane Carla explica que na terça-feira, 17, primeiro dia do retorno às aulas presenciais, a escola promoveu uma palestra com um profissional da área da Saúde, que conversou com os alunos sobre todas as questões sanitárias importantes a serem seguidas dentro do espaço escolar. A equipe diretiva montou um slide para explicar como será o calendário das aulas, as avaliações, tirou todas as dúvidas e promoveu um acolhimento socioemocional para os alunos.

Nesta quarta-feira, 18, os estudantes compareceram para o primeiro dia de aula, em um total de 50% da turma, conforme os protocolos do Plano de Retomada das Atividades Presenciais construído pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e validado pela Vigilância Sanitária. As aulas aconteceram no pátio da escola, um espaço aberto e ventilado. “Estamos seguimos todos os critérios que a Seduc publicou dentro do Guia de Retorno. No pátio, colocamos um quadro e ampliamos o acesso à internet. Tudo para que os alunos possam recuperar um pouco o que foi perdido durante o ano, não só em conteúdo, mas também em questão de vivência entre eles. Esse retorno nos trouxe muito prazer, porque a gente estava com muita saudade de todos. Estamos voltando gradativamente, pensando em toda a estrutura que a escola pode oferecer e dando segurança aos estudantes, professores e funcionários”, disse.

A diretora da Diretoria de Educação de Aracaju, Gilvânia Guimarães, está visitando algumas unidades de ensino para acompanhar a retomada, e destaca que o foco principal agora é com a preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio. “Nós precisamos estar mais próximos a eles para que se sintam preparados, oferecer aos alunos a confiança para que façam uma boa prova. A gente destaca também que os gestores tiveram uma grande capacidade de mobilização dos professores. Essa retomada só acontece porque os professores estão confiando na escola e em todos os cuidados sanitários que estão sendo tomados. Em cada lugar aonde nós vamos, percebemos o respeito e o diálogo que permeiam toda essa decisão. Os professores confiam e estão defendendo a escola pública”, declarou.

A aluna Wicaelly Araújo dos Anjos, do 24 de Outubro, está pensando em fazer o Enem para o curso de Medicina, e comemora o retorno das aulas presenciais. “Estou achando muito bom porque agora a gente pode focar mais, ter um maior contato com os professores, e isso é um grande motivador. Com as aulas presenciais, podemos focar mais na preparação para o Enem, porque o que vemos em sala de aula se aproxima mais do que vamos fazer na prova”, disse.

Fonte e foto assessoria