siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Seed abre matrícula para edição especial do Projovem Urbano

10 de Janeiro de 2018, 07:13

 

O período de inscrição é de 4 de janeiro a 28 de fevereiro. Serão disponibilizadas 200 vagas

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio do Serviço de Educação de Jovens e Adultos/ Departamento de Educação (Seja/DED), está com matrículas abertas para o Projovem Urbano. Serão oferecidas 200 vagas. Os jovens com idade entre 18 a 29 anos que desejam cursar o Ensino Fundamental podem realizar a inscrição no período de 4 a 28 de fevereiro.  As aulas estão previstas para iniciar em março, no Colégio Estadual Professora Olga Barreto, unidade escolar circunscrita à Diretoria Regional de Educação 8 (DRE 8).

A chefe do Serviço de Educação de Jovens e Adultos (SEJA), Aldjane Moura, explica que essa é uma edição especial do Programa, irá contemplar apenas 14 estados do País e Sergipe é um deles.

“O Estado já fez adesão na última edição do programa, em 2015. Se matricularam 1800 alunos e se formaram 700. O curso tem a duração de 18 meses e reflete como uma oportunidade para estes jovens, que apresentam distorção idade série, retomarem aos estudos. Além disso, obterem a qualificação profissional”, salienta.

Ainda de acordo com Aldjane Moura, o espaço onde acontecerão as aulas foi pensado estrategicamente para atender à demanda local.

Programa

O Projovem Urbano tem como objetivo elevar a escolaridade de jovens com idade entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever e não tenham concluído o ensino fundamental, visando à conclusão desta etapa por meio da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) integrada à qualificação profissional e o desenvolvimento de ações comunitárias com exercício da cidadania, na forma de curso.

Inscrição

As inscrições podem ser realizadas na unidade escolar. No ato da matrícula o estudante deve apresentar o CPF e identidade e entregar as fotocópias dos documentos. 

O Colégio Estadual Profa. Olga Barreto está localizado na Rua 15 do Conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão.

Fonte e foto Seed