Prefeitura realiza projetos musicais em Aracaju com selecionados da Lei Aldir Blanc

11 de Janeiro de 2021, 16:29

O fim de semana foi de muita música para os aracajuanos e turistas que visitam a capital sergipana. A Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), realizou o Festival Itinerante de Barzinhos (FIB) e o “Hoje tem Forró!" - dois projetos com apresentações dos artistas selecionados pelo edital ‘Janelas para as artes’, com recursos da Lei Aldir Blanc.

Respeitando todas as normas de biossegurança, como o distanciamento social, e uso obrigatório de máscaras, as apresentações permitiram a volta das atividades dos músicos, segmento da cadeia produtiva da cultura também afetado pela pandemia.

O presidente da Funcaju, Luciano Correia, explica que, mesmo com a pandemia, respeitando os protocolos, os projetos selecionados pela Lei Aldir Blanc, em Aracaju, estão sendo apresentados. "Estamos muito felizes, porque a população está aplaudindo, é um sucesso. Além de promover uma inédita circulação de nossa produção musical por vários bairros, servindo assim de canal de divulgação dos nossos artistas", ressalta.

FIB
O Festival Itinerante de Barzinhos, previsto para acontecer até o final de janeiro, leva apresentações musicais a espaços que periodicamente promovem esses eventos, em diversos bairros da capital. Mais de 40 estabelecimentos participaram de um chamamento público e receberão as apresentações artísticas dos contemplados na categoria música do edital Janelas Para as Artes da LAB, com acesso gratuito pelo público.

Entre os dias 6 e 10, a Funcaju realizou a segunda edição com mais quatro apresentações do FIB. A atração do primeiro dia foi o cantor Heitor Mendonça, que se apresentou no Seu Sergipe Bistrô, no bairro Atalaia. O artista encantou os espectadores ao som de projetos autorais e de releituras da música popular brasileira, através do seu projeto “O quintal do tempo, cantorias brasileiras”. “Quero agradecer a Prefeitura de Aracaju pela oportunidade, principalmente neste momento difícil de pandemia”, comemorou Heitor.

A chef do restaurante, Seichele Barboza, também destacou a importância desse projeto. “Quando eu soube da chamada pública já fui logo me inscrevendo e gostaria muito de agradecer à Lei e à Prefeitura pela oportunidade. Essa iniciativa é muito importante para valorizar a cultura sergipana e dar espaços aos nossos artistas”, disse Seichele.

Já na noite da quinta-feira (7), foi a vez da dupla Val e Júlio, com o estilo Rock Pop. Os artistas fizeram sua apresentação no Container Gastro Beer, localizado no bairro Coroa do Meio. Para o vocalista da dupla, Valtércio Paixão, o edital veio para abraçar os músicos do município. “Gostaria de agradecer à Prefeitura pela oportunidade que está dando um respiro a nós músicos e que está segurando a nossa onda neste momento difícil de pandemia em que estamos há tanto tempo sem tocar”, disse.

O dono do estabelecimento, Marcelo Gois, agradeceu e reforçou a importância do FIB. “A Prefeitura está de parabéns pela iniciativa, pois além de ajudar os músicos neste momento difícil, também está ajudando o estabelecimento e isso é muito importante”, ressaltou. A turista mineira Elza Faria, por sua vez, conta que está amando o som e a cidade de Aracaju.  “Estou chegando a Aracaju agora e encontrar esse show feito por um projeto tão importante está sendo muito maravilhoso. Estou amando a cidade e muito feliz”, afirmou.

Fechando a semana de apresentações do Festival Itinerante de Barzinhos, Karla Isabella e Jorge Roberto encantaram o público com o melhor da Música Popular Brasileira. Para Karla, que se apresentou  no Espetaria 079, no bairro Grageru, o edital Janelas Para as Artes da Lei Aldir Blanc, em Aracaju, surgiu como oportunidade para a realização de um sonho. “Eu sempre tive o sonho de criar e produzir uma música minha, do meu jeito. Com o edital eu vou finalmente realizar esse sonho”, disse.

Já o cantor Jorge Roberto, que se apresentou no Iemanjá Bar e Restaurante, na Orlinha do Bairro Industrial, frisou que o FIB trouxe de volta o ânimo para os artistas. “Eu me sinto valorizado. Principalmente por ser pago para fazer o que eu gosto por um valor mais do que justo. Isso nunca aconteceu”, explicou.

Hoje tem forró
Outro projeto executado com os artistas selecionados no edital Janelas Para as Artes da Lei Aldir Blanc (LAB), o “Hoje tem forró” leva a música do gênero musical mais popular de Sergipe para os espaços públicos da capital. Da última quinta-feira (7) até o domingo (10), ocorreram nove apresentações, através de cortejos, em diversos pontos e bairros de Aracaju.

Na quinta-feira (7), ocorreu a apresentação de Robson do Rojão, nos calçadões do Centro e o Trio Século XX, no Mercado Thales Ferraz. Já na sexta-feira (8), a programação contou com a apresentação de Zé Américo do Campo do Brito, também no Mercado Thales Ferraz. “Quero agradecer a Funcaju, a Prefeitura e a Lei Aldir Blanc pela oportunidade e o espaço que tem dado a todos nós forrozeiros e quadrilheiros”, disse o forrozeiro Zé Américo.

Na manhã do sábado (9) teve Forró Maturi, nos calçadões do Centro, e Joba Ralacoxa, no mercado Thales Ferraz. Já no final da tarde, Zanny Amusa, se apresentou na Orla Pôr do Sol. No domingo (10), ocorreu a apresentação de Sena, na feira do conjunto Augusto Franco, e as apresentações de Grilo Forró e Trio Pé-de-Serra Paixão e Tradição, nos Arcos da Orla de Atalaia.

A empresária Maria da Conceição, turista de Barreiras/BA, disse estar encantada com o projeto. “É gratificante ver um projeto social como este. Nós sabemos que com a pandemia muitos perderam seu trabalho e sua sobrevivência. Aracaju está de parabéns pelo belíssimo projeto”, disse.
Quem também dançou e curtiu muito forró foi a turista da Bahia e produtora de eventos Manoela Gois. “Acho fantástico poder implantar a raiz da cultura da cidade para quem não conhece e vem de fora. Essa iniciativa é fundamental para que esses artistas possam sustentar suas famílias e divulgar o seu trabalho. Não se pode deixar o artista sem assistência e vocês estão de parabéns por isso”, afirmou.

Fonte e foto assessoria