Confiança perde a quinta partida consecutiva na Série B e mantém 39 pontos

29 de Dezembro de 2020, 06:40

O Confiança estagnou nos 39 pontos ganhos. Luta para chegar aos 45, que teoricamente os mantém na Série B, mas está acumulando derrota sobre derrota e acende o sinal vermelho, em relação à Z4. Depois da goleada sofrida para o CSA de 5×0, o time sergipano não ganhou de mais ninguém, são cinco derrotas consecutivas.

Nesta segunda-feira (28), mesmo dominando o jogo nos dois tempos, o Dragão vacilou no último minuto do primeiro tempo, recebeu o gol em não conseguiu sequer chegar ao empate. Bruno José foi o autor do único gol, que deixou o Brasil em décimo lugar com 43 pontos, apenas a seis do G4. O Confiança, por outro lado, permanece na 13ª colocação com 39 pontos, a quatro da zona de rebaixamento.

O time sergipano ainda teve uma penalidade máxima em cima de Alisson, não assinalada pelo árbitro da partida. Assim, o Confiança acumulou mais uma derrota no Brasileiro da Série B. O próximo adversário do Dragão será a equipe do Náutico-PE, dia 04 de janeiro às 20h00 na Arena Batistão.

Melhor em campo – Brasil e Confiança fizeram um primeiro tempo movimentado. A primeira chance foi dos proletários. Aos 20 minutos, Rafael Vila roubou a bola de Sousa e mandou para o gol. A bola passou perto. Os sergipanos se animaram e voltaram a assustar cinco minutos depois. Guilherme Castilho bateu falta e a bola passou rente à trave. O Brasil respondeu aos 27 minutos com Felipe Albuquerque.Aos 47 minutos nos acréscimos, o time sergipano se desconcentrou. Escanteio todo mundo no ataque. Brasil armou um contra-ataque. Bruno José disparou pelo campo e mandou um petardo de fora da área. A bola pegou em Thiago Ennes e morreu no fundo das redes.

A reação – No segundo tempo, o Confiança voltou disposto a empatar e Guilherme Castilho se colocou à disposição. Ele bateu escanteio aos 2 minutos na cabeça de Luan que desviou na primeira trave. Mesmo debaixo do gol, Renan Gorne não alcançou e perdeu a chance do empate.

Aos 6 minutos, o próprio Guilherme Castilho tentou. Ele bateu, a bola desviou na zaga do Brasil e acertou o travessão. Aos 12 minutos, Castilho bateu novo escanteio. Rafael Martins espalmou e Ari Moura pegou de primeira, mas Luiz Henrique tirou em cima da linha. Alyson ainda perdeu outra chance para o Confiança, aos 37 minutos, ao tirar muito do goleiro do Brasil. “O lance é polêmico. O Alyson perde o gol, mas olha a maneira como o Héverton chega nele. Ele não influenciou no erro do chute, mas fez a falta e o pênalti deveria ser marcado”, afirmou o comentarista de arbitragem do SporTV, PC de Oliveira.

Aos 44 minutos, Ari Moura foi expulso e acabou com a esperança do empate do Confiança. Cinco minutos depois, Luiz Henrique acertou a trave do Confiança. Na 32ª rodada, o Brasil-RS visitará a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó, no domingo, às 16 horas. O Confiança, enquanto isso, fechará a rodada na segunda-feira, às 20 horas, contra o Náutico no Batistão, em Aracaju.

Fonte FSF

Foto: Giancarlo Santorum