Ginastas do Sergipe participam da 4ª Copa de GR da Colômbia

16 de Fevereiro de 2021, 08:48

Atletas do Club Sportivo Sergipe de Ginástica Rítmica - CTE Thalyta Almeida, participam nos próximos dias 20 e 21, sábado e domingo, da 4° Copa Virtual Bacatá de GR, tendo como palco central Bogotá, na Colômbia.

Ao todo, 9 atletas estão inscritas na competição, divididas nas categorias infantil, pre-júnior, júnior e sênior e têm estimulado um rítmo de treino intenso entre as ginastas mesmo nesse período de pandemia. "Apesar de estarmos passando por esse momento difícil, em função dos riscos de contaminação pelo coronavirus, é possível manter o foco nos treinos porque aqui a gente segue as regras de prevenção determinadas pelo clube", assegura Emili Barbosa, uma das veteranas do grupo na categoria sênior, revelada pelo Colégio Millennium.

Expectativa também para outras atletas que, mesmo já tendo participado de competições internacionais, sabem que o modo virtual tem um grau de exigência ainda maior. "É tudo bem diferente. Não tem o público das grandes competições, falta aquele calor humano que a gente já tá acostumada, falta a troca de experiência com outras atletas de países diferentes, mas, ao mesmo tempo, a gente se vê com a responsabilidade dobrada pra falhar o mínimo possível a fim de ter a melhor pontuação", afirma Ihane Silva, outra atleta experiente entre as competidoras, também aluna do Millennium.

Muitas das ginastas que representarão Sergipe nesta copa, se destacaram na última competição realizada no mesmo pais, em outubro do ano passado. As apresentações aconteceram na sede do CTETA e ganharam o mundo por meio da internet. Tudo foi transmitido ao vivo. A modalidade com essa formatação acontece devido ao cenário da pandemia ainda não oferecer condições seguras de um evento esportivo totalmente presencial.

Entre as sergipanas que participarão da competição também se destacam atletas como Lara Andrade (Infantil), Letícia Carpejane e Anne Karollyne, ambas do pré-junior, Anna Luísa Nunes (aluna do Coesi) e Yanne Menezes (aluna do Colégio Americano Batista), na categoria júnior, além de Alessandra Corrêa e Vitória Loyola (aluna do Millennium) na sênior. Para a técnica da equipe Thalyta Almeida, uma competição Internacional desse nível serve de grande incentivo para as atletas e ajuda a manter a modalidade em evidência. "Essa é a hora em que a gente testa a capacidade delas observada durante os treinos. Quando se tem um campeonato em jogo, tudo passa a ser diferente, a empolgação é outra. As meninas se sentem mais estimuladas a treinar e alcançam um bom rendimento", assegura.

A programação do evento será transmitida pelo canal do YouTube da Academia de Ginástica Rítmica de Bogotá (Rhythmic Gymnastics Academy Bogotá) no link a seguir: https://youtu.be/mt07cDhA5eA

Fonte: Ascom CTETA - 4P Comunicação Integrada.