siga nossas
redes sociais:

Segunda edição do Aracaju Beach Tennis Open aconteceu no final de semana

09 de Setembro de 2019, 05:43

 

Os esportes realizados na praia têm uma energia diferente. É inegável. O atleta Geraldo Majela de Menzes Neto, de 50 anos, bem sabe. "Jogo tênis desde os seis anos de idade. Parei com 21 e agora voltei unindo duas paixões: a praia e o esporte. O beach tennis é uma mistura de atividade física com alegria e interação", testemunha. "É o primeiro campeonato que participo. Excelente organização, as pessoas muito empolgadas com o objetivo de confraternizar", continua Geraldo.

A segunda edição do Aracaju Beach Tennis Open, que ocorreu neste fim de semana, entre os dias 6 e 8, na Praia da Aruana, foi realizada pela Federação Sergipana de Tênis (FST) com o apoio da Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp). "Incentivamos todas as modalidades porque entendemos que o esporte é sempre agregador. O Beach Tennis é uma modalidade que tem crescido exponencialmente em Aracaju. Estamos, inclusive, fortalecendo projetos que incluem as nossas crianças do Construindo Valores, do 17 de Março", afirma Antônio Hora, secretário municipal da Juventude e do Esporte.

De acordo com Augusto Maynard, presidente da FST, a Sejesp sempre foi uma grande parceira. "A Federação só tem que agradecer, porque a colaboração só faz com que o esporte cresça cada vez mais", reconhece Augusto. De fato, o tênis de praia tem atraído cada vez mais adeptos. Homens e mulheres de todas as idades. Todos com a mesma justificativa: é um esporte fácil e o ambiente da prática, realmente, faz toda diferença.

A atleta alagoana Isabele Monteiro Melo, 29 anos, é outra encantada com a atividade que pratica há três anos extamente por essas características. "Eu gosto muito de praia. E isso já é uma vantagem grande pra mim. Fora que conseguimos aprender rápido e em um ou dois meses já está competindo", revelou Isabele, que também validou a estrutura do campeonato. "Estão de parabéns", disse.

Mais de 100 atletas competem em 15 categorias, em duplas masculinas e femininas. "É uma festa do esporte", enfatiza André Spinola, conselheiro da FST. Para o educador físico Jorge Augusto Melo, que competiu pela primeira vez no Beach Tennis a modalidade se destaca pela energia praiana e pelas amizades que são criadas entre os praticantes.

Ainda segundo Jorge, a segunda edição do Aracaju Beach Tennis Open tem colaborado ainda mais pra isso. "Tá tudo perfeito. Preciso ressaltar a organização e a agregação entre vários estados. Quero colocar o nome de Sergipe no pódio", declarou Jorge. A competição se estende até domingo e tem início às 8 horas.

Fonte e foto AAN