siga nossas
redes sociais:

No "abismo financeiro", empresas ampliarão comércio digital no "pós-pandemia"! 

21 de Abril de 2020, 16:19

Além da preocupação das autoridades brasileiras com a proliferação do coronavírus (Covid-19), há também uma tensão sob o futuro do emprego no País. O presidente Jair Bolsonaro, desde o princípio do isolamento social, decretado por governadores estaduais e prefeitos municipais, tem externado sua preocupação com os "danos" na economia nacional e, consequentemente, o "estouro" da bolha do desemprego. Em Sergipe, por exemplo, alguns setores estão com suas atividades suspensas ou extremamente comprometidas já há mais de 30 dias.

Em suas redes sociais, nessa segunda-feira (20), o presidente da Fecomércio-SE e deputado federal Laércio Oliveira (Progressista) lamentou o cancelamento da sessão remota do Senado Federal sem a aprovação da MP do Contrato Verde e Amarelo. O tema gerou muitas discussões entre situação e oposição, no Congresso Nacional, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), teria sugerido ao presidente da República para reeditar e preservar o texto da Medida Provisória.

Segundo ele, baseado em levantamentos do Sebrae, desde o início da pandemia, considerando do mês de Março em diante, no Brasil já temos mais de nove (9) milhões de novos desempregados, somados aos 11 ou 12 milhões que já sofriam antes que o coronavírus se tornasse uma realidade. Segundo Laércio, a MP seria importantíssima "porque reduz impostos, desburocratiza e insere pessoas no mercado de trabalho. Temos que cuidar da saúde, mas também do emprego dos brasileiros".

O deputado federal era autor da emenda na MP que promovia a inserção das pessoas com mais de 55 anos no mercado de trabalho, uma faixa etária que, diga-se de passagem, sofre muito preconceito no mercado competitivo em que vivemos, onde essas pessoas sentem muitas dificuldades para permanecerem trabalhando ou sequer terem alguma oportunidade. Mas em meio a essa "luta pela vida e pelos postos de trabalho", como será a retomada no "pós-pandemia"?

A frustração de Laércio Oliveira é sim compreensível, do ponto de vista que muitos médios, pequenos e micros empresários estão decretando falência e fechando seus negócios, desaquecendo a economia e aumentando, assustadoramente, os índices de desemprego. As grandes redes e os administradores que "resistirem" e "sobreviverem" à crise, já estão olhando para o futuro, vislumbrando os "novos tempos" e o novo cenário da economia mundial, com uma recuperação lenta.

O empreendedor moderno, o profissional liberal e autônomo, não pode deixar de reconhecer a importância e o papel da internet e, consequentemente, das redes sociais neste novo cenário. O comércio digital, por exemplo, que já vinha em ascensão, mesmo que vagarosamente, agora se consolida como alternativa, em meio a um cenário desolador de "abismo financeiro". Os empregos demorarão um pouco para voltarem à normalidade, mas o empresário que intensificar essa nova forma de "negociar", certamente sairá da crise com mais brevidade...

Veja essa!

A politização dos discursos em meio ao combate do coronavírus (Covid-19) só vai aumentar o "abismo financeiro" em que o País entrou. Bolsonaro e seus desafetos políticos mantém uma "queda-de-braço" que não ajuda a ninguém, que dificilmente resultará em algo grave, enquanto milhões e milhões de brasileiros estão adoecendo ou perdendo seus empregos.

 E essa!

Os governadores do Rio de Janeiro e de São Paulo, por exemplo, "peitaram" o presidente e hoje estão em segundo plano, sufocados com as dificuldades financeiras em seus Estados para enfrentarem o Corona; o ex-ministro da Saúde, Mandetta, já é uma "página virada"; e quem começa a perder "fôlego" e apoio é o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM).

 Retomada

O cenário mostra um Bolsonaro conseguindo contornar a crise institucional com a bandeira de combate ao desemprego; as adesões ao isolamento social estão caindo, gradativamente, o que fortalece seu discurso. Empresários e políticos já enxergaram isso e começam a mudar o discurso; já tem muita gente abandonando a teoria do "fique em casa".

Uso da doença

Por sua vez, quem defende o isolamento social usa abertamente o crescimento no número de infectados para impedir qualquer flexibilização das medidas restritivas; em Sergipe, por exemplo, o governador já sinalizou para a reabertura de alguns setores. A expectativa do setor produtivo é que na quinta-feira (23) nos postos de trabalho sejam liberados.

 Será processado

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que tratou publicamente da "manobra" que seu governo fez para adquirir respiradores da China, pode ter sérios problemas com a Receita Federal, que acusa o chefe do Executivo Estadual de não ter o licenciamento da Anvisa e nem a autorização da Inspetoria da Receita, órgão que fiscaliza a importação das mercadorias". O órgão anuncia que tomará as providências legais cabíveis contra as pessoas, físicas e jurídicas, envolvidas.

 Outro lado

Por sua vez, o governador do Maranhão negou que a Operação para a compra dos respiradores foi ilegal e garantiu que as mercadorias estão "salvando vidas". "A Receita pode abrir o procedimento que quiser e atenderemos às suas exigências. Só não aceitamos ameaças e nem perseguições", disse em seu perfil em uma rede social.

Alô Itabaianinha!

Servidores do município que tiveram seus salários reduzidos pelo prefeito municipal, sob o argumento do coronavírus, estão muito chateados! Um deles fez a seguinte colocação: "para o prefeito é fácil fazer propaganda passando para a sociedade que abriu mão de 100% dos seus vencimentos, agora nas obras públicas tem empresa sendo contratadas sempre pelo preço máximo, desclassificando todas ou quase todas as concorrentes, sempre contemplando a que apresenta o maior preço. Cadê a economia?", questiona.

Alô Laranjeiras!

Há quem diga que os órgãos fiscalizadores estão apenas aguardando o fim ou a redução da pandemia para checar, in loco, os supostos desmandos do secretário municipal, conhecido por Valdecir, que anda com um "histórico", no mínimo assustador onde diz que suas "realizações" têm total anuência do chefe do executivo!

 Alô CMA!

Como perguntar não ofende, como anda a execução da obra de reforma da sede do Poder? Os decretos publicados permitem ou não a execução de obras? Estamos aguardando a emissão das faturas. Como será o comportamento com relação ao recolhimento dos impostos? Ou a prefeitura e a receita federal vão permitir a renúncia de impostos acatados pela CMA, conforme a proposta da empresa contratada?

Alô Seduc!

O ex-vereador de Aracaju confirma protocolo de denúncia no MPE, TCE e Deotap contra o diretor administrativo e financeiro do órgão e o chefe de engenharia, em parceria com o presidente da Comissão de Licitação da secretaria por conta dos supostos desmandos e "má aplicação de recursos públicos"! Dentre os itens denunciados com documentos juntados estão o direcionamento de DLs, sempre com os preços praticados bem próximo ao máximo aceitável, enquanto que nos procedimentos abertos, os preços chegam a ter um desconto até 40% aproximadamente!

 Exclusiva!

A informação do ex-vereador é que os documentos também comprovam, com gravações, fotos e depoimentos de diretores de escolas, o pagamento por serviços supostamente não executados, em um verdadeiro "jogo de planilhas", para beneficiar sempre os mesmos licitantes que são contratados pela Seduc! Se depender de provas, não vai ter choro que cesse...

Direito de Resposta I

Em resposta à nota deste colunista sobre o corte do fornecimento de energia de um empresário aracajuanos, em tempos de coronavírus, a Energisa Sergipe esclarece que tem seguido as medidas determinadas pela resolução 878 da Aneel divulgada no dia 24 de março. Dentre elas, está a suspensão do corte do fornecimento de energia por falta de pagamento para consumidores residenciais rurais e urbanos, e para serviços essenciais, pelo período de 90 dias.

Direito de Resposta II

"Demais clientes que não se enquadram nesta situação continuam sujeitos à suspensão do fornecimento de energia elétrica, em casos de inadimplência. Vale ressaltar que as ações de combate a furto de energia também continuam permitidas e seguem normalmente. Atenta ao difícil momento provocado pela pandemia do novo Coronavírus e para ajudar os clientes a manter as contas em dia, a Energisa está oferecendo condições especiais de negociação para o pagamento das contas para todos os seus consumidores. Basta entrar em contato nos canais de atendimento", completa a nota. Feito o registro.

Feiras livres I

Apesar de todo barulho por conta de um lavatório no acesso das feiras livres liberadas para funcionarem nesse período de pandemia, observamos o seguinte: ainda não está em vigor o contrato para empresa explorar os espaços concedidos das feiras? Se não, quando esse "milagre" vai acontecer?

Feiras livres II

Se está cumprindo, as cláusulas contratuais estão sendo cumpridas? vamos continuar de olho e lembrando ao MPE que não deixe se desmoralizar com essa "ladainha" praticada pela Emsurb, que usa essa instituição respeitada como forma de enganar a todos!

Violência na pandemia I

Diante dos decretos governamentais estimulando o isolamento social das famílias sergipanas, o líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, deputado estadual Samuel Carvalho (Cidadania), aprovou uma indicação ao governador do Estado apelando por providências, urgentes e necessárias, visando intensificar as ações para proteção de integridade física e sexual de crianças, adolescentes e mulheres, durante este período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Violência na pandemia II

O deputado lembra as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para que as pessoas fiquem em casa, para evitarem a ampla contaminação do vírus, mas avalia que a casa nem sempre é um lugar seguro para as mulheres. "De acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o Ligue 180, que recebe denúncias de violência contra as mulheres, registrou um aumento de quase 9% no número de ligações com denúncias destas ocorrências", justificou.

 Recomendações

Samuel Carvalho destaca ainda as recomendações da Organização das Nações Unidas (ONU) como aumentar os investimentos em serviços on line e em organizações da sociedade civil; garantir que os sistemas judiciais continuem processando os agressores; além de estabelecer sistemas de alerta em farmácias e mercados; além de declarar abrigos para vítimas de violência de gênero como serviços essenciais e criar maneiras seguras para as mulheres procurarem apoio sem alertar seus agressores.

 Samuel Carvalho I

"Outras recomendações da ONU dão conta para evitar libertar prisioneiros condenados por violência contra as mulheres e ampliar as campanhas de conscientização pública, principalmente voltada para homens e meninos", completou o deputado, enfatizando em sua indicação que "mulheres que sofrem abuso físico e sexual têm duas vezes mais chances de fazerem um aborto e a experiência quase dobra sua probabilidade de cair em depressão".

 Samuel Carvalho II

"Surpreendentemente a violência de gênero é uma causa tão grave de morte e incapacidade entre as mulheres em idade reprodutiva quanto o câncer e uma causa maior de problemas de saúde que os acidentes de trânsito e a malária combinados. Agradeço aos colegas deputados pela aprovação da nossa indicação e solicito que o governador leve essas informações em consideração nos próximos passos que forem dados no combate a essa pandemia", finalizou Samuel Carvalho.

Fundação RENASCER I

Representantes do SINDASSE chegaram à seguinte conclusão: imaginavam que o coronavirus da Fundação era a ex-diretora administrativa financeira da Fundação, mas hoje eles avaliam que o "vírus mais devastador" que tem que ser combatido é o presidente Welington Mangueira. Esse contagia a todos com sua "boa oratória" e "credibilidade"!

Fundação RENASCER II

Por falar em credibilidade, surpreendeu esse colunista um depoimento de um representante de uma empresa de construção civil, que realizou segundo o mesmo, o maior prédio dentre os que funcionam nas unidades da Fundação que fica em Nossa Senhora do Socorro!!

Fundação RENASCER III

Bastante chateado com as conduções praticadas pelo governo do estado (gestores), não esconde a insatisfação com a falta de gerenciamento e cumprimento das obrigações do atual presidente da Fundação, quando da prestação dos serviços para a Renascer. Apesar de ter admitido que depois de muito aborrecimento recebeu tudo, no entanto não esconde: "trabalhar com Welington, NUNCA MAIS"!

 Saída de Valberto I

A renúncia do secretário de estado da Saúde, Valberto Oliveira, está dando muito o que falar nos bastidores do Palácio. Em meio à pandemia e com a necessidade de tomadas de decisões importantes para evitar a proliferação da doença e mortes de sergipanos, Valberto abandonou o barco sem qualquer justificativa plausível ao governador que, desde o começo da pandemia, aparentemente vinha dando condições para o trabalho dos técnicos da SES. 

Saída de Valberto II

Segundo fontes próximas a Belivaldo, a postura do então secretário entristeceu o governador, a quem sempre lhe considerou como da sua confiança. Valberto deve se dedicar à sua pré-campanha a prefeito de Propriá, mas agora não se sabe se o próprio governador o apoiará depois desse abandono. Outro auxiliar do governador soltou essa: "o fato também repercute negativamente na imagem do secretário. É possível confiar em alguém que deixa uma equipe em plena batalha?", questiona. Fogo no Reino da Dinamarca...

 Bomba!

Da mesma forma como defende a manutenção dos postos de trabalho, este colunista também não vai se omitir diante de alguns supostos abusos. Tem empresário que, a partir do novo decreto do governo possibilitando a reabertura de seus comércios, estão chamando seus empregados para uma reunião, onde o assunto é o seguinte: voltam a trabalhar, mas ficam recebendo o auxílio do Governo Federal!

 Se não...

Quem não aceitar a proposta será demitido após o prazo de quatro meses, sendo que quem aderir à suspensão não irá trabalhar presencialmente e nem por meio de home office. Em síntese, com o governo garantindo o pagamento, o trabalhador irá para o posto de trabalho, cumprir carga horária, sem receber nada a mais? Assim não "bebê"...

 Alô São Cristóvão

Em plena pandemia, segundo o Coronel Rocha (Cidadania), os agentes públicos, contratados através de processo seletivo simplificado pela prefeitura do Município de São Cristóvão, através de decreto, tiveram a suspensão de seus contratos de trabalho por prazo indeterminado. São professores, cuidadores, educadores, merendeiras, motoristas de transporte escolar e executores de serviços básicos que foram atingidos indiretamente pelo COVID19. 

Fala Coronel Rocha!

"Razoável seria um acordo coletivo com estes trabalhadores e flexibilização dos trabalhos, tendo em vista que as crianças do nosso município merecem maior atenção, pois com a suspensão dos contratos, em especial dos professores, muitos alunos ficarão sem conteúdo escolar. Esses trabalhadores não se encontram amparados por nenhum instrumento legal de fomentação de renda", denuncia o Coronel Rocha.

 Alô Dores!

O prefeito de Nossa Senhora das Dores, através de decreto próprio, "atropelou" o anúncio do governador Belivaldo Chagas. Liberou a volta gradual de hotéis, motéis e pousadas (sem áreas de lazer, restaurantes, bares e salas de auditório); lojas de material de construção; imobiliárias; concessionárias de veículos; lojas de auto-peças; cartórios e tabelionatos; escritórios de arquitetura e engenharia; empresas de assistência técnica; óticas; Salão de beleza e barbearia (apenas para horários agendados); Lojas de brinquedos; Empresas de costuras e consertos;

 Liberou geral!

Também em Nossa Senhora das Dores estão liberados Bancos; Lojas de roupas, calçados e acessórios; Boutique e perfumaria; Clinicas de estética, clinicas de saúde bucal/odontológica, clinicas de fisioterapia, laboratórios; Lojas de aparelhos celulares; Lojas de móveis e/ou eletrodomésticos; Papelarias; captação, tratamento e abastecimento de água; serviços de guincho; Lojas de embalagens e bombonieres; funerárias, além de supermercados, mercados, mercearias, açougues, peixarias, padarias, lojas de conveniência e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar da população;

 Alô Amparo!

A população de Amparo de São Francisco anda assustada, em tempos de pandemia, porque o município está recebendo diversas pessoas dos mais variados lugares do país (São Paulo, Bahia, Alagoas), além da capital sergipana, e como a secretaria de saúde não consegue notificar os visitantes, em tempo hábil, os visitantes estão circulando normalmente pelas ruas, entrando em contato com diversas pessoas.

Torre de problemas!

A coluna recebeu a informação dos fiscais da empresa Torre que estão apelando o prefeito Edvaldo Nogueira e ao presidente da Emsurb, Luiz Roberto, pelo pagamento da insalubridade que é um direito desses trabalhadores que atuam em locais insalubres, ainda mais em tempos de pandemia. Dinheiro não é problema na PMA...

Dia do Choro I

O Dia Nacional do Choro é comemorado em 23 de abril, em homenagem à data de nascimento de Pixinguinha, uma das figuras exponenciais da música popular brasileira, e em especial do choro. O choro entra na cena musical brasileira em meados e finais do século 19, e nesse período se destacam Callado, Anacleto de Medeiros, Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth. Na década de 80 o Recanto do Chorinho surgiu em Aracaju/SE, trazendo mais visibilidade aos talentosos Egnaldo do Bandolim, Inácio, Vieira, Claudio Miguel, Tabaréu, Inefânio, Alfredo, Saul, Claudio Craveiro, Souza e muitos outros.

Dia do Choro II

Devido ao cenário mundial, diante do COVID-19, o Bar e Restaurante Recanto do Chorinho, o reduto mais antigo do Estado para o gênero musical, não vai deixar de homenagear todos os "chorões" do Regional Recanto do Chorinho e dos outros grupos musicais. Para o dia não passar em branco, o Bar preparou um lindo conteúdo em suas redes sociais, para todos reviverem os melhores momentos do choro sergipano. Acompanhe tudo no instagram e facebook do Bar.

Solidariedade I

Encabeçadas pelos Jovens Dayane Santana e André Menezes, a campanha DOE CALOR RECEBA AMOR, vem com finalidade de arrecadar agasalhos, cobertores ou ate roupas para serem entregues aos moradores de rua de Aracaju, a campanha nasceu do desejo dos jovens retribuir e agradecer por tudo que Deus proporcionou aos dois.

Solidariedade II

Dayane Santana é cantora, compositora, especialista em Marketing Digital, hoje também é empresária de uma agência de comunicação e eventos que se inicia na cidade, mas já foi moradora da antiga invasão da Coroa do Meio e saiu dos barracos de palafita para hoje ter uma carreira de sucesso no ramo empresarial; já o jovem André Menezes, hoje cineasta formado pela UFS, mestre em comunicação social e sócio da mesma agência, ainda com dois anos morou na rua com sua mãe Jailandia, enfrentou as dificuldades e hoje esta vencendo a vida.

A campanha

A iniciativa "DOE CALOR, RECEBA AMOR" vem tendo ampla adesão dos jovens nas redes sociais e os pontos de coleta, por enquanto, ficarão nos supermercados da capital, com caixas coletoras da cor laranja, mas assim que passar toda a quarentena do COVID-19, Dayane e André já estabeleceram as universidades e escolas para a distribuição das caixas de coleta dos agasalhos. Além disso, no dia da entrega (20 de maio), haverá distribuição de sopa em conjunto com o agasalho. Quem quiser doar pode entrar em contato através do WhatsApp (79) 98167-8499 (Dayane) ou (75) 98811-6511 (André).

 Banda Vértice I

A Banda Vértice está lançando diversos materiais de várias fases de sua jornada artística em seus canais na internet (Youtube, Instagram, Facebook, Site Oficial). A Vértice, que existe desde meados de 2003, passou por uma pausa nos shows e retornou suas atividades no final de 2019, realizando eventos em lugares que tornaram-se palco de grandes shows com imenso sucesso de público.

Banda Vértice II

Devido a pandemia do COVID-19, infelizmente os shows que estavam marcados foram adiados, e os membros da Vértice divulgam o conteúdo nas páginas da internet, para quem gosta ou tem curiosidade em conhecer o trabalho da banda. A coluna se soma a turma e sugere que os leitores se inscrevam no canal do Youtube da Vértice. Quando eles atingirem 1.000 inscritos será realizada uma grande LIVE para seu público fiel. Maiores informações no site da banda: https://vertice54.webnode.com/ 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com