Político defender "lockdown" após "eleições 2020" é cômico ou trágico?

02 de Março de 2021, 10:10

Foi-se o tempo da "desinformação" e/ou do "monopólio da informação", quando tudo ficava concentrado por um "conglomerado" de veículos de comunicação, geralmente politizados, inclusive defendendo os "interesses comerciais" dos proprietários. Por aí afora, houve quem acumulasse fortunas com isso, mas para a "libertação" da sociedade em geral a tecnologia avançou, trouxe uma evolução nesta relação, aumentou consideravelmente a velocidade da informação...

Enfim, hoje é difícil alguém enganar o outro! Pode tentar mentir, para persuadir, mas, cedo ou tarde, a verdade sempre prevalece e aparece...hoje o cidadão comum, o trabalhador braçal, a empregada doméstica, todos eles têm acesso à informação, com um aparelho celular na palma da mão! Os veículos de comunicação não se prepararam para isso e hoje sentem dificuldades extremas para acompanhar o "fenômeno" das redes sociais.

É bem verdade que há a necessidade desse mesmo cidadão ter cautela ao receber determinada informação e não passar adiante sem a devida verificação, para não ficar espalhando "fake News"! Aí este colunista vai mais além e alerta, desta vez, ao eleitor: já de olho em 2022, é preciso ficar atento ao comportamento de "determinadas figuras" do mundo político que, por si só, e por interesses diversos, tentam convencer a população, a seguir determinadas posturas e orientações...

Esquecem que, com essa "ferramenta" na palma da mão, o cidadão comum também se torna mais crítico, mais exigente e, em determinado momento, deixa até de confiar um voto para alguém, certamente para evitar maiores "constrangimentos" no futuro. A impressão que dá, em algumas situações, é que muitos políticos insistem na teoria que, "uma mentira contada repetidas vezes, em determinado momento ela se tornará verdade". As redes não aceitam mais isso...

Hoje a nova "prosa" do momento, nesse texto cheio de "rima", governantes de plantão encontraram no "lockdown" uma espécie de "alento", talvez sem resposta melhor para a sociedade. Este colunista insiste e persiste: Sergipe tem grandeza, tem valores, é terra de gente trabalhadora, mas tem uma economia "capenga"! Não se compara a São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná, por exemplo! Um "fecha tudo" talvez amenize um impasse na Saúde, mas provavelmente será "trágico" para a economia...

Vidas valem mais? Sim, valem muito mais! Mas antes de "fechar tudo", deveriam ter aberto hospitais, mais Clínicas de Saúde da Família, Maternidades Públicas e afins! Não escreveram bem a história, e a culpa é de todos, da direita, esquerda, do centro e do "muro"! A imprensa também não se salva. Hoje politiza mais do que informa! Agora para fechar, uma reflexão, voltando à tal "velocidade da informação": político defender "lockdown" após "eleições 2020" é cômico ou trágico? Digite aí...

 Veja essa!

Continua sem um consenso o impasse entre os rodoviários do transporte coletivo da Grande Aracaju e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp). Para este colunista isso se deve a falta de atuação do poder público, mais precisamente os senhores prefeitos dos quatro municípios da Grande Aracaju: Edvaldo Nogueira (PDT), gestor da capital; Padre Inaldo (PP), gestor de Nossa Senhora do Socorro; Marcos Santana (MDB), gestor de São Cristóvão; e Alberto Macedo (MDB), gestor da Barra dos Coqueiros.

E essa!

Os três primeiros foram reeleitos em novembro passado, ou seja, já conheciam muito bem os problemas do sistema; já o último, apesar de não ter a "caneta na mão", também tinha plena consciência dos problemas enfrentados pelos trabalhadores. As empresas de ônibus demitiram cobradores, fazendo com que os motoristas acumulassem funções; cortaram os ticket-alimentação, além dos constantes atrasos de salários que a categoria vem reclamando há algum tempo.

Omissão geral

Até quem é leigo já percebeu que o presidente do Sinttra perdeu, completamente o poder de representação. Sua própria categoria não o segue mais! Mas enquanto o impasse continua, o poder público segue omisso, de braços cruzados, fingindo que não é com ele, que nada está ocorrendo. Enquanto isso vários trabalhadores estão temerosos, sob o risco de ficarem sem os benefícios e sem o emprego. Só Adriano Taxista que levantou sua voz para defender os rodoviários e findou sendo preso...

Virou mangue

Convenhamos: se a licitação do transporte público já tivesse sido realizada, a sociedade da Grande Aracaju já não estaria convivendo com esses problemas. Os prefeitos se reúnem e não decidem; os empresários cortam gastos e pressionam os trabalhadores; os rodoviários se manifestam e o povo paga a conta. Tá tudo errado e, com todo respeito, o Setransp tem que ser responsabilizado também.

Adriano é guerreiro I

Se existe uma "voz" que jamais se calou diante do descaso das empresas do transporte com os rodoviários é o ex-vereador de Aracaju, Adriano Taxista. Antes de ser parlamentar, na CMA e ainda hoje ele vai para a linha de frente defender os interesses dos trabalhadores. Foi preso acusado pelos empresários de liderar o movimento grevista, mas é um ser humano pacífico e que tem direito sim de defender sua causa.

Adriano é guerreiro II

Diferente de alguns setores que correram para condenar o ex-vereador, este colunista se solidariza e lamenta que quem esteja defendendo os trabalhadores tenha que se submeter a ficar atrás das grades, porque os "grandes interesses" se sobressaem. Se os empresários querem negociar, reúnam os rodoviários e tentem um acordo, um consenso. Há um "jogo velado" rolando, "que muita gente sabe, mas pouca gente vê"...

Samuel & Bertulino

Justiça seja feita, desde a prisão de Adriano Taxista se teve um parlamentar que ajudou e somou à causa dos rodoviários foi o deputado estadual Capitão Samuel (PSC). Além de disponibilizar a assessoria jurídica necessária, ainda participou da audiência de custódia que resultou no pagamento de uma fiança para libertar Adriano. Samuel assegurou ainda que vai continuar na linha de frente em defesa dos direitos dos rodoviários. Justiça seja feita, outro nome que foi decisivo no apoio a Adriano é do ex-vereador de Aracaju, Bertulino Menezes.

Exclusiva!

Quem vai assumir uma missão dura em Brasília (DF) é um velho conhecido dos sergipanos: Gilberto Occhi, indicado para o cargo de diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGES/DF), que é responsável pela gestão do Hospital de Base e do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), além das unidades de pronto atendimento (UPAs).

Clima quente

O problema é que na capital federal há um entendimento de parte da classe política que o Instituto já deveria ter sido extinto, porque não foi eficiente em sua funcionalidade, além de que existem várias denúncias relacionadas a gestões anteriores do IGES, inclusive já com abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O nome de Occhi foi aprovado pela Comissão de Educação, Saúde e Cultura após sabatina.

Comissão da Verdade

Dando muito que falar em Sergipe del Rey sobre o relatório final da Comissão da Verdade em Sergipe. Um dos torturados na Operação Cajueiro, o ex-vereador Marcélio Bomfim, parece que vai acionar o governo do Estado judicialmente. Ele quer transparência em tudo! Por sua vez, tem gente que também viveu "na ditadura" e não cobra nada. Ganha um picolé de manga quem acertar...

Boa Mitidieri!

"Depois de ir às ruas fazer campanha eleitoral, não me sinto no direito de pedir pra ninguém ficar em casa. Peço apenas prudência, que procurem evitar excessos e que lembrem do caos na saúde que estamos vivendo. Sua decisão pode salvar vidas, inclusive a sua". A posição razoável acima é do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD). Provou bom senso. É o que tem faltado para muita gente...

Lockdown, Rogério?

Por sua vez, o senador da República, Rogério Carvalho, talvez já de olho na parcela do eleitorado que pode lhe acompanhar como pré-candidato a governador no próximo ano, está propondo que o governador Belivaldo Chagas adote um "lockdown" em Sergipe. Simples assim! É bom que o empresariado que vai passar muito aperto com as restrições e até os trabalhadores que correm o risco de perderem seus empregos, possam cobrar do líder do PT no Senado uma "solução" para os seus problemas lá na frente...

Olha a Renascer!

Essa "novela" que não é "Global" parece não ter fim! Chegam denúncias agora sobre a diretora de uma unidade denominada CASE, que foi envolvida em desvio de alimentação (lanche dos adolescentes)! Como lá tudo é "abafado", a ilustríssima diretora foi transferida para outro local e o "silêncio" foi dado como resposta para solução dos problemas! E haja recurso público saindo pelo ralo...

Histórico de X9?

Só para registrar que não param de chegar denúncias dessa gestão da Fundação Renascer, que pelo que se comenta nada rodas da sociedade, tem mais algo ou alguém envolvido que não pode ser exposto... Até porque o histórico do atual gestor é de que quando as coisas começam a apertar, sem o menor constrangimento, ele entrega tudo e a todos, a exemplo de uma ex-diretora com quem mantinha juras de fidelidade. O pior é que ela acreditou...

Denúncia!

Ainda com relação às denuncias da semana anterior, já apuramos que a pessoa responsável pelo suprimento de fundos da Fundação é a Senhora Crerlin, comadre do presidente e mãe de Larissa (responsável pelo setor de contratos). Recebemos ainda informações de vídeos onde um carro da Fundação, repleto de materiais de construção, estava sendo descarregado em local bem distante de onde deveriam ser colocados...

Bomba!

Comenta-se ainda sobre áudios de funcionários terceirizados e subordinados ao responsável pelo gerenciamento do contrato de manutenção, que revelam situações calamitosas, com denúncias de agiotagem em troca de dias trabalhados, materiais recebidos em permuta de serviços realizados fora do local e dia de trabalho, notas de fornecedores emitidas sem o material ter sido integralmente fornecido, dentre outras coisas. Se o Carnaval já passou, na Renascer parece que ele rola o ano todo...

E a Masterserv?

Curioso, este colunista certamente obterá a resposta para este questionamento: será que alguém do governo do Estado pode esclarecer (na Fundação Renascer ninguém se manifesta) como a empresa Masterserv foi contratada já que a mesma, até onde se tem conhecimento, encontra-se penalizada por descumprimento contratual? Galeguinho, Galeguinho...

Gilmar Carvalho I

O deputado Gilmar Carvalho sugeriu ao governador do Estado que proponha Projeto de Lei com vistas à autorização de abertura de crédito adicional ao orçamento para compra de vacinas contra a Covid 19. Gilmar sugere, na propositura, que o Governo abra um crédito adicional no valor de R$ 20 milhões de reais para a compra das doses vacinais e, já que tal despesa não foi contemplada no orçamento do Estado, seja criado um crédito adicional.

Gilmar Carvalho II

Para expedir a proposta, o deputado considerou a necessidade primordial e emergencial em imunizar a população sergipana, bem como a decisão do Supremo Tribunal Federal que, no dia último dia 24 de fevereiro, autorizou que Estados e Municípios possam comprar vacinas já aprovadas por entidades sanitárias internacionais, caso haja descumprimento do Prano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid 19, ou quando a ANVISA não expedir a autorização competente no prazo de 24 horas.

Gilmar Carvalho III

"Os entes regionais e locais não podem ser alijados do combate à Covid-19 e devem empreender as medidas necessárias para o enfrentamento da emergência sanitária resultante do alastramento incontido da doença", pontuou.

Lançamento na Seduc

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), prestigiou, nessa segunda-feira (1º), a solenidade de lançamento, pelo governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), de duas ferramentas educacionais, no sentido de minimizar os impactos no nível de aprendizagem dos alunos da rede pública durante o período de pandemia, quando os alunos não estão acompanhando, presencialmente, as aulas: a Internet Patrocinada e a TV Estude em Casa SE.

Internet Patrocinada 

Para a recuperação dessa "defasagem educacional", a Seduc fornecerá aos 150 mil alunos e 9 mil professores da rede estadual, por um período de seis meses, o serviço de internet patrocinada, com pagamento a partir da fruição de dados (o pacote de internet será disponibilizado diretamente no chip dos professores e alunos), para acesso aos mais de 10 mil conteúdos pedagógicos no aplicativo Estude em Casa, plataforma desenvolvida para smartphones e dispositivos móveis com sistema operacional Android.

Com a contratação dos pacotes de dados, foram investidos mais de R$ 7,4 milhões para reforçar o ensino híbrido na rede estadual de ensino.

TV Digital

Outra ferramenta lançada no evento foi a "TV Estude em Casa SE", também por seis meses, de segunda-feira a sábado, nos três turnos e nos seguintes horários: matutino (7h às 12h), vespertino (12h às 18h) e noturno (18h às 22h20min). O objetivo é a prestação de serviço de veiculação/ transmissão simultânea televisiva de conteúdos educacionais pedagógicos (videoaulas) para alunos matriculados na rede estadual durante o período de isolamento social.

Ensino híbrido

A Seduc também está considerando a ferramenta para necessidade do ensino híbrido com aulas remotas, a contar de 15 dias após a assinatura do contrato. As videoaulas serão transmitidas por meio do canal aberto de TV Digital de multiprogramação (4.2), devidamente outorgado pelo Ministério das Comunicações e Anatel, com programação diária com material para alunos do ensino médio, fundamental e reforço pro Enem.

Belivaldo Chagas

"Todos sabemos pelo que estamos passando, e imaginamos ainda aquilo que vamos enfrentar. O cenário não é bom para o futuro. E hoje a gente poder a internet patrocinada e o portal Estude em Casa é a utilização daquilo que vai ficar como um legado, se é que podemos falar de legado em pandemia. Mas o fato é que o uso da tecnologia está presente e vai aumentando cada vez mais. As videoconferências e os encontros remotos serão uma realidade a partir de agora", pontuou o governador.

Luciano Bispo

O deputado Luciano Bispo aprovou a iniciativa do governo do Estado, através da SEDUC, e pontuou que a Educação também tem sido uma preocupação do governador Belivaldo Chagas. "Hoje estamos acompanhando o lançamento de duas ferramentas que vão ajudar os alunos e professores da rede pública a continuarem motivados e estimulados, mesmo diante dessa grave pandemia, e que numa somação de forças a gente consiga manter a qualidade de ensino dentro dos padrões adequados".

Luto

A Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe registra enorme pesar pelo falecimento do servidor público Antônio Geovânio de Matos, nessa segunda-feira (1º), aos 59 anos, que por um bom tempo vinha exercendo uma função administrativa no Hospital Governador João Alves Filho. A coluna externa sua consternação pelo falecimento e se solidariza com familiares e amigos neste momento de dor e sofrimento.

Antônio Geovânio de Matos

Antônio Geovânio é mais uma vítima da COVID-19. Com sintomas da doença ele foi internado no hospital há mais de dois meses, onde passou um bom tempo na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Mesmo tendo superado a infecção da doença, por apresentar outras comorbidades, o funcionamento de alguns órgãos ficou comprometido.

Olha o DEM

No primeiro encontro do mês de março, o presidente estadual do Democratas, José Carlos Machado recebeu na sede do Democratas, o advogado Emanuel Cacho. Na oportunidade, Machado convidou para ele retornar ao partido e disputar como candidato as eleições de 2022.

José Carlos Machado

Por fim, Machado afirma que o DEM vem se organizando com vista ao processo eleitoral de 2022, onde estarão em disputas as vagas na presidência da República, Governos Estaduais, Congresso Nacional e Legislativos Estaduais. "Conversamos sobre a política nacional e estadual. Reuniões como esta, nos motivam a continuar trabalhando forte em prol dos municípios sergipanos".

Emanuel Cacho

Emanuel foi secretário de Estado da Justiça no terceiro Governo João Alves e sempre esteve envolvido de forma decisiva em todas os pleitos que teve a participação do saudoso João Alves Filho.

Emília Corrêa I

Durante entrevista a uma rádio local, em primeira mão, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) informou que será a líder da Oposição na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). De acordo com a parlamentar, a indicação e definição se deu após diálogos com os integrantes da bancada na Casa, e, decisão conjunta. 

Emília Corrêa II

As lideranças da Oposição terão agora a mesma relevância no papel institucional que lhes cabe, sendo instrumentos importantes no debate e resistência no Legislativo.  "A nossa preocupação é garantir a unidade do grupo, bem como, o desenvolvimento de um bom trabalho na defesa dos aracajuanos (as), além da manutenção da pegada da oposição ao prefeito Edvaldo Nogueira", enfatizou Emília. O rodízio ficará ainda, sendo feito anualmente, entre os vereadores do partido Cidadania; Ricardo Marques e Sheyla Galba respectivamente.

Gustinho Ribeiro I

Vice-líder do Governo na Câmara, o deputado Gustinho Ribeiro (Solidariedade) celebrou a informação de que o governo vai entregar 140 milhões de vacinas nos meses de março, abril e maio. O assunto foi tratado em reunião, no último domingo, 28, do presidente Jair Bolsonaro com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), além dos ministros da Saúde, Economia, Casa Civil e Secretaria Geral.

Gustinho Ribeiro II

"Muito importante esta união do Legislativo com o Executivo. Todos juntos em defesa do Brasil nesta luta contra a pandemia da Covid-19, para que a gente possa vacinar o quanto antes toda a população e a vida volte à normalidade. Desta forma, poderão ser tomadas efetivamente as medidas para que a economia volte a funcionar e progredir plenamente, reduzindo os impactos em todos os setores, principalmente nos mais afetados", destacou Gustinho Ribeiro.

Auxílio emergencial

Também ficou acertado na reunião o pagamento do auxílio emergencial, que deve ser no valor de R$ 250 até o mês de junho. "As famílias mais vulneráveis voltarão a receber o auxílio financeiro do Governo Federal com total apoio do parlamento. É uma importante medida para amenizar as dificuldades enfrentadas por milhares de brasileiros por conta da pandemia", ressaltou o parlamentar sergipano.

Área de anexos

Joaquim do Janelinha I

Mediante reunião por videoconferência da 'Comissão de Educação, Cultura e Esportes', sob a presidência do vereador Joaquim da Janelinha (PROS), secretariado pelo vereador Binho (PMN) e membros presentes, os vereadores pastor Diego (PP), profª Ângela Melo (PT), e Sávio Neto de Vardo (PSC), foram apresentados requerimentos para debater o Decreto Municipal nº 6.316/2020, que estabelece o retorno das aulas nas unidades públicas de ensino no dia 22 de março/2021, com a participação da secretária municipal da Educação de Aracaju, Maria Cecília Leite.

Joaquim do Janelinha II

A secretária afirmou em reunião, que estão sendo estudados e discutidos os protocolos para um retorno de aulas presenciais. Ela disse ainda que eles têm mais algumas semanas para deixar tudo organizado, e que ela confia na capacitação das análises das autoridades competentes que ficarão acompanhando o desenrolar da pandemia, na torcida que o índice apenas baixe.

Secretária de Educação

"Já temos em mãos uma relação de EPI´s para 74 escolas municipais, entre pulverizador de pressão, álcool em gel e líquido, borrifadores, máscaras e luvas descartáveis, termômetros digitais; entre tantos outros, para garantir o ano letivo. Já a definição do quantitativo de alunos por escola e salas de aula, é o que ainda será definido. Se 30 ou 50% da capacitação, isso irá depender da estrutura física da escola, por exemplo", pontuou a secretária que ainda complementou.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com