Retomada da atividade econômica vai externar outro "drama": o desemprego!

29 de Julho de 2020, 13:25

Há uma intensa movimentação em Sergipe e grande expectativa para esta quarta (29) e quinta-feira (30), quando ocorrerão reuniões do governador Belivaldo Chagas (PSD) com o Comitê de Crise e do segmento empresarial. Enfim, após quase cinco meses de isolamento social, eis que se vislumbra a possibilidade de retomada da atividade econômica, inclusive com a reabertura de setores muito prejudicados pela pandemia, como os shoppings centers, na capital e no interior.

Houve uma decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) baseada no entendimento que a portaria do governo do Estado, sinalizando pela reabertura de algumas atividades iria de encontro ao próprio decreto governamental que fazia correlação com o quantitativo de leitos de UTIs disponíveis, tanto na rede pública quanto na rede privada. Mas, em tempo, a decisão do TRF5 manteve a autonomia do Estado de, em um novo decreto, determinar novas regras de retomada.

A ocupação dos leitos de UTI continua acima da expectativa, o número de infectados com a COVID-19 se aproxima, a passos largos, dos 60 mil sergipanos e, infelizmente, já superamos a marca dos 1,3 mil óbitos. Mas a retomada da atividade econômica é imprescindível para o Estado, inclusive para garantir que o funcionalismo público, ativo e inativo, não venha a ser prejudicado com mais atrasos de salários. O "caixa" do Executivo precisa ser preservado...

O que muita gente não fala, mas que é a verdade, é que o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) garantiu a "sobrevivência" do nosso "combalido" Estado de Sergipe nessa pandemia! Do ponto de vista da saúde, enquanto o "galeguinho" não adquiriu um único respirador via Consórcio Nordeste, o governo federal enviou quase que a totalidade dos equipamentos que temos hoje; do ponto de vista dos recursos, a ajuda que vem de BSB até setembro, nos salvou de um "colapso financeiro"...

Nosso governo estadual nessa pandemia é como um paciente com problemas graves de saúde e que teria que se submeter a um esforço sobrenatural, ou seja, sem ajuda superior, estaríamos fadados a "morte" (quebradeira)! E o problema não é apenas do governador atual, mas é algo que vem se arrastando há mais de uma década! E a retomada da atividade econômica agora, com os repasses federais em agosto e setembro, não vai resolver, mas pode amenizar muitos problemas que estão porvir...

Aos críticos da retomada da atividade econômica, uma constatação deste colunista é que ela vai externar outro "drama" de muitas famílias sergipanas: o desemprego! Muitas empresas já faliram e fecharam as portas; outros empresários estão completamente endividados e, mesmo com o retorno, podem não dar continuidade ou reduzir os investimentos e gastos, fechando ainda mais postos de trabalho e/ou cortando salários. Vem aí um cenário tão triste quanto o que vitimou muitas pessoas nessa pandemia! Sem emprego, falta dignidade e sobra depressão, fome e violência...

Veja essa!

Os números não mentem nunca! Só em relação aos empregos formais com carteira assinada, perdidos até o mês de junho em Sergipe, a soma chega a 14.227 postos de trabalho. Só para se ter uma ideia do impacto da pandemia, no mesmo período em 2019 foram fechados 4.024 postos de trabalho.

E essa!

É sempre bom considerar dois aspectos: há alguns anos vem se registrando um forte crescimento dos empregos informais, que também foram diretamente prejudicados com essa crise; como também o fato de muitos "formais" estarem recebendo boa parte de seus salários com a ajuda do governo federal. E quando isso acabar? O empresário "falido" reassume 100% dos salários ou terá que demitir em massa?

Acusou o golpe I

A Prefeitura de Aracaju emitiu uma nota externando "tranquilidade" diante da Operação Serôdio da Polícia Federal e CGU, mesmo com a determinação de afastamento de um servidor que é responsável por grande parte das licitações e dispensas realizadas pelo município.

Acusou o golpe II

Não se está acusando ninguém ainda, mas não há nada de "normal" em receber a "visita dos homens de preto"! A gestão acusou o golpe, há um "silêncio" por parte de algumas lideranças e apenas auxiliares e assessores correram às redes sociais para tentar mobilizar o grupo contra a oposição, numa espécie de "vitimismo" que não convence a quase ninguém. Houve um "estrago" do ponto de vista político e eleitoral...

Cenário pró-oposição

Uma leitura equivocada do cenário é não reconhecer que o momento é mais "favorável" a quem faz oposição a Edvaldo. Todas as forças, juntas ou dispersas, focam suas "artilharias" para o que está ocorrendo na capital, onde o eleitorado é muito mais consciente e exigente. Se vão ganhar a eleição, aí é outra coisa e existem "outros fatore$", mas para quem está na mira das investigações, nunca é demais pontuar que "o pior ainda está porvir"...

Bomba!

A construção de casas populares da Ocupação das Mangabeiras, com recursos da União, é outro assunto que vai dar muito o que falar. Sabe aquele ditado de que "um assunto sempre puxa outro"? Tem muita gente de "olho gordo" na execução desse dinheiro. É colocar o "café no bule" e preparar as "reservas de hospedagens"...

Respiradores

Enquanto o "galeguinho" ficou no "prejuízo" quanto tentou comprar, via Consórcio Nordeste, 30 respiradores para Sergipe, apenas no intervalo de uma semana, o governo federal, através do Ministério da Saúde, enviou 40 respiradores.

Georgeo Passos

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) está questionando o Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre a abertura de procedimentos para acompanhar a tentativa de compra de respiradores, pelo governo do Estado junto ao Consórcio Nordeste, num investimento em torno de R$ 5 milhões com recursos próprios.

Investigações

Segundo o parlamentar, a Comissão Interestadual Parlamentar que ele faz parte recebeu, essa semana, toda a cópia do processo de aquisição desses respiradores, no contrato total de mais de R$ 48 milhões com a HEMPCARE PHARMA (empresa conhecida no mercado pela venda de produtos à base de maconha), com menos de um ano de constituída e capital social pequeno frente ao valor da aquisição, sem avaliação do risco de inadimplência e sem adoção das devidas garantias dos instrumentos contratuais, ou seja, sem seguro algum!

Exclusiva!

"Olhando a documentação que recebemos, logo percebemos a celeridade do processo. Temos uma proposta comercial datada de 5 de abril, encaminhada ao ex-secretário da Casa Civil da Bahia; já no dia 6 de abril foi emitida a nota de empenho, no mesmo dia foi feita a liquidação e, nos chama a atenção é que o processo de dispensa não estava finalizado, tanto que o contrato só é assinado no dia 8 de abril. Já é um indício que as coisas não seguiram a tramitação normal", explica o deputado.

Alô TCE!

Georgeo disse que os Tribunais de Contas da Bahia e do Rio Grande do Norte estão inseridos nas investigações. "Sergipe teve um grande prejuízo e precisamos que os nossos órgãos de controle também entrem nessa luta. Como saiu a nota de empenho antes da finalização do processo de dispensa? Nós continuamos acompanhando de perto este Consórcio do Nordeste".

Ônibus cheios

O pré-candidato a vereador de Aracaju, Adriano Taxista (PSD), externa sua preocupação com a pandemia do novo coronavírus e a superlotação ainda constante no serviço de transporte coletivo da grande Aracaju. "O mesmo vírus que é perigoso para impedir o funcionamento da atividade comercial, de uma loja por exemplo, também infecta os trabalhadores que fazem uso do transporte coletivo. É preciso que 100% da frota esteja nas ruas e que os órgãos de controle fiscalizem essa superlotação".

Emília Corrêa

Tendo como convidado Dr. Osmário de Araujo (Advogado Criminalista e Eleitorista), a Live "Vem Pra Cá", ancorada pela vereadora Emília Corrêa (Patriota), nesta quinta –feira (30), às 13h, vai debater sobre as eleições municipais 2020 e suas novas regras. Este ano, em virtude da pandemia, uma das alterações no pleito foi com relação ao mês, que será realizado em novembro.

Valadares Filho I

O presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e ex-deputado federal, Valadares Filho, cobrou do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, através das redes sociais, explicações sobre a Operação Serôdio da Polícia Federal, investigação que apura desvio de verbas públicas, associação criminosa, corrupção, fraudes na licitação e execução do contrato para montagem da estrutura necessária ao funcionamento do Hospital de Campanha de Aracaju.

Valadares Filho II

Para o ex-parlamentar, o prefeito não pode ficar omisso diante de uma situação tão grave. "Passaram 24 horas dessa nova fase da operação e o prefeito da nossa cidade simplesmente sumiu. Sem nenhuma preocupação em dar uma satisfação a nossa sociedade", alertou.

Valadares Filho III

Valadares lamentou ainda a postura do prefeito Edvaldo Nogueira no tocante a credibilidade da operação. "Fato ainda mais grave aconteceu na semana passada, onde ele liderou a tentativa da administração municipal em descredibilizar totalmente as investigações". Ele encerrou seu pronunciamento convocando o prefeito para prestar esclarecimentos. "Prefeito Edvaldo, mais uma vez, não fuja das suas responsabilidades, a prefeitura deve muitas explicações", concluiu.

Maria do Carmo I

Defensora de que a reforma tributária esteja entre as prioridades do Congresso, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) ressaltou o desafio a ser enfrentado pelos congressistas para construir um texto que contemple questões importantes, como o equilíbrio fiscal, a redução da carga tributária, a desoneração da folha e o combate à desigualdade social.

Maria do Carmo II

"A desigualdade é, sem dúvida, um dos maiores problemas do nosso Brasil, que ocupa a 79ª posição no que se refere ao desenvolvimento humano", pontuou Maria, lembrando que o tema está na pauta dos integrantes da comissão mista, que voltam a se reunir nesta quinta-feira (30).

Maria do Carmo III

Ela observou que entre as sugestões do governo, apresentadas na semana passada para atualizar a legislação tributária no país, está a criação da Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS). Pela proposta, o imposto, que substituirá o PIS/Pasep e a Cofins, teria alíquota única de 12% e deve ter como base de cálculo a receita bruta das empresas.

 Reforma justa

"Penso que o Congresso precisa apontar meios para aprovar uma reforma justa, capaz de garantir direitos sociais elementares aos brasileiros, especialmente, aos mais carentes que culturalmente são deixados à margem", disse ao destacar a necessidade de se propor, também, medidas de incentivo à geração de emprego e renda.

Incentivo

Para Maria, é imprescindível incentivar o crescimento das empresas, taxando-as de forma diferenciada para que as pequenas -  que são responsáveis por elevada quantidade de empregos do país -  tenham condição de sobreviverem. Ela disse que a pandemia gerada pela Covid-19 tem revelado, de forma mais aberta, o impacto que esses empresas têm sofrido.

Postos fechados

"Muitas delas, depois de décadas de atuação, sendo obrigadas a fecharem as portas por não terem condição de se manterem, o que é lamentável, pois são postos de trabalho fechados e isso tem impacto direto na economia e os reflexos são sentidos em todos os demais campos, especialmente, no social", disse a senadora, ao advertir ser preciso menor tributação e maior segurança jurídica.

Operação Flashback I

Foi deflagrada em 11 estados, a segunda etapa da "Operação Flashback". Coordenada nacionalmente pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público de Alagoas, a operação contou com o engajamento dos Gaecos dos MPs de Sergipe, Pernambuco, Ceará, Bahia, Paraíba, Piauí, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais. As ações em Sergipe ocorreram em Aracaju e mais cinco municípios. Foram expedidos, pelo Juízo da Comarca de Carira, 14 mandados de busca, apreensão e prisão. A operação envolveu, aproximadamente, 60 profissionais da área da Segurança Pública. 

 Operação Flashback II

O intuito é desarticular a nova composição da facção Primeiro Comando da Capital (PCC) que tem base no Mato Grosso do Sul, de onde saem as ordens de justiçamento para todo Brasil. O PCC é uma facção criminosa que comanda rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e narcotráfico no país, desde 1993. Com hierarquia própria, os integrantes da facção que estão fora dos presídios obedecem a ordens dos líderes, que estão no Sistema Prisional e financiam o crime organizado. Ao total, foram expedidos 216 mandados, entre eles busca, apreensão e prisão, distribuídos em 71 municípios.

Operação Rattus I

Após a deflagração da Operação RATTUS, vários cidadãos mantiveram contato com a Polícia Federal em Sergipe, questionando qual seria o procedimento recomendado para quem possui animais silvestres ou exóticos em cativeiro. Diante disso, orienta-se a todos que se encontram em tal situação que promovam a entrega voluntária dos animais aos órgãos ambientais, para regular destinação, evitando a aplicação de sanções administrativas ou penais.

Operação Rattus II

Os interessados deverão manter contato prévio com o IBAMA (79) 3046-1034, de 2ª a 5ª feira) ou com a ADEMA (79-99191-5535, todos os dias da semana), para ajustar data e horário da entrega. Salienta-se que aqueles que efetuarem a entrega voluntária não estarão sujeitos a multas ou outras sanções.

Partido Verde

O PV convidou dois reconhecidos especialistas em Direito Eleitoral para expor alguns temas jurídicos aos pré-candidatos e dirigentes, buscado fornecer uma orientação geral sobre as questões mais relevantes das eleições municipais deste ano. Participam do evento o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves; o mestre em Direito Constitucional e Advogado, Gustavo Severo; e a Advogada Especialista em Direito Eleitoral, Fabiana Ortega. Mediam o evento o secretário de Finanças do PV, Reynaldo Nunes, e a secretária de Assuntos Jurídicos do PV, Vera Motta. Será nesta quinta-feira (30), a partir das 11 horas, na TV do PV (tvdopv.com.br) e na página do facebook do partido.

 Alô Boquim!

O prefeito Eraldo de Andrade participou de solenidade na Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), onde recebeu mais um veículo para a Prefeitura de Boquim, que será destinado a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Na companhia do secretário Gerfesson Trindade, o gestor municipal recebeu as chaves do veículo das mãos do superintendente da Codevasf, César Mandarino. A caçamba foi adquirida através de emenda da senadora Maria do Carmo, que já destinou outros equipamentos ao município por meio do órgão.

Live – Sons Sertanejos

Após uma série de pedidos, o cantor Abner Al' Sant, dia 14 de agosto fará uma live, a partir das 15h, pelo canal do youtube Abner Al'Sant Cantor. Uma oportunidade para recordar o melhor da música brasileira, além de tornar possível o exercício do que mais gosta de fazer: cantar e manter contato com seu público. O repertório trará sucessos de grandes nomes da música sertaneja como Chitãozinho & Xororó, João Mineiro & Marciano, entre outros. Recomendo!

Doação de alimentos

O Instituto JCPM de Compromisso Social realiza mais uma rodada de doação de alimentos para três instituições beneficentes e 195 jovens matriculados nos cursos em Aracaju, beneficiando diretamente 557 famílias de Sergipe nesse período de incertezas sociais provocadas pela pandemia de Covid-19. Até o final de julho, estão sendo creditados R$ 100 nos cartões distribuídos aos alunos para aquisição de cestas básicas em suas próprias comunidades. Desde abril, esta é a quarta vez que os jovens recebem o benefício.

Cestas básicas

O IJCPM também estende, pela segunda vez, a doação de cestas básicas a 362 famílias assistidas pelo Instituto Rahamin, Instituição Beneficente Emmanuel (Ibem) e Lar Dulce Lar. A iniciativa beneficia moradores do bairro Santa Maria e do povoado Areia Branca, em Aracaju, e do sertão de Sergipe com a entrega de alimentos e materiais de limpeza.

Lar Dulce Lar

"Vamos distribuir 112 cestas entre famílias do Santa Maria e do sertão. Com esta doação, conseguimos agraciar diversas famílias, levando alimento às pessoas mais necessitadas. Esta atitude salva vidas", afirma Eliane Fontes, fundadora do Lar Dulce Lar, que há 6 anos acolhe idosos e pessoas em situação de vulnerabilidade social, no povoado Areia Branca.

Grupo JCPM

A distribuição de alimentos é uma das ações sociais que o Grupo JCPM, através do IJCPM de Compromisso Social, vem realizando como forma de amenizar os efeitos do coronavírus, sobretudo nas famílias de baixa renda. Nos Estados em que atua, foram doadas 23,3 mil cestas básicas, das quais 8,4 mil ao longo do mês de julho nas cidades de Aracaju (SE), Recife (PE), Salvador (BA) e Fortaleza (CE).

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com