siga nossas
redes sociais:

Projeto de Ibrain transforma Lagarto na Capital Estadual da Vaquejada

06 de Setembro de 2019, 09:09

Os parlamentares estaduais apreciaram e aprovaram, na Assembleia Legislativa, o projeto de lei do deputado estadual Ibrain Monteiro (PSC) que transforma o município de Lagarto na "Capital Estadual da Vaquejada".

Ibrain lembra que a Vaquejada é a maior manifestação cultural, desportiva e tipicamente brasileira, considerada uma tradição que passa de geração para geração há anos. Essa prática esportiva surgiu no século XIX, quando vaqueiros e criadores se reuniam para separar seus rebanhos da mata.

O deputado justifica que em Lagarto acontece um dos mais tradicionais eventos de vaquejada do Brasil, realizado no Parque de Vaquejada Zezé Rocha, um dos maiores do País, que recebe vaqueiros de todo o País durante o evento, que sempre atrai multidões com suas atrações, dentre elas, as apresentações artísticas.

"Em Lagarto também temos o Parque das Palmeiras, conhecido como a 'Disneylândia da Vaquejada, que tem como objetivo de desenvolver ainda mais o esporte equestre e o mercado de cavalo quarto de milha. A Vaquejada desempenha um papel importante no comércio local, porque são atividades que movimentam a economia do município, gerando empregos, garantindo o sustento de milhares de famílias", pontuou o deputado.

Por fim, Ibrain justificou para os colegas deputados com números da Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ), que o esporte movimenta em torno de R$ 600 milhões por ano no Brasil, gerando em torno de 120 mil empregos diretos e 600 mil indiretos. "Quero registrar ainda que o Rodeio, a Vaquejada e suas respectivas expressões artísticas culturais, foram elevados à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial brasileiro", disse, lembrando que o dia 25 de outubro ficou marcado na luta pela legalização da vaquejada no Brasil.

Foto assessoria

Por Habacuque Villacorte