siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Sindcanhoba comemora resultado positivo da Campanha Salarial 2018

16 de Maio de 2018, 16:25

por: Iracema Corso

Filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), o SINDCANHOBA (Sindicato de Servidores Públicos de Canhoba) já está colhendo os frutos da campanha salarial de 2018, construída junto à Federação dos Trabalhadores do Serviço Público de Sergipe (FETAM). No fim do mês de abril, os 227 servidores públicos do município, distribuídos em cinco diferentes níveis, receberam reajuste salarial que resultou de negociação e diálogo com a diretoria do SINDCANHOBA.

No fim de março, o prefeito de Canhoba, Manoel Messias Hora Guimarães, enviou para a Câmara de Vereadores um projeto de lei para alterar a lei que instituiu em 2012 o Plano de Cargos e Salários, atualizando os vencimentos a partir de R$ 982,91, como salário base do 1º nível e concedendo reajuste para os demais níveis. No texto do projeto de lei, a gestão municipal destacou que era importante respeitar o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos conquistado pelos servidores e desconsiderado pela gestão municipal anterior.

O presidente do SINDCANHOBA, José Agonalto Santos, afirmou que nos anos de 2014, 2015, 2016 e 2017, os servidores públicos de Canhoba ficaram sem nenhum reajuste. Não chegaram nem a receber a reposição inflacionária durante os quatro anos seguidos. “A maioria dos servidores tem 18 anos de serviço público. Conquistamos o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos em 2012, mas ele vinha sendo desrespeitado. A gestão anterior descumpria a lei e pagava o salário mínimo como base para trabalhadores de diferentes níveis. Chegamos ao absurdo de ter uma biomédica que recebia R$ 1.000 como salário base”, denunciou.

Agonalto observou que o sindicato iniciou a Campanha Salarial de 2018 reivindicando 3% de reajuste horizontal, no entanto a proposta não foi aceita. A contraproposta apresentada pela Prefeitura foi acatada pela maioria dos servidores que estão satisfeitos com a conquista. “Ainda estamos lutando por Equipamento de Proteção Individual (EPI) para cinco servidores que trabalham com limpeza e lutamos pelo pagamento de adicional de periculosidade e adicional de insalubridade para os servidores que trabalham como vigilante, coveiro e em posto de saúde. A liberação sindical de um servidor da diretoria do SINDCANHOBA é outro pleito que vamos manter. E é claro que além de lutar, devemos valorizar e comemorar os avanços alcançados pelo sindicato. Isso estimula nossa diretoria a seguir adiante e mostra aos servidores que lutar é preciso e que lutar vale a pena”, explicou o presidente do SINDCANHOBA.

Foto assessoria