siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

NAT, Seja Digital e CEPM atendem comunidade no Espaço Cuidar Japãozinho

13 de Abril de 2018, 06:53

A comunidade do bairro Japãozinho participará de uma manhã de serviços e informações nesta sexta-feira, 13, no Espaço Cuidar mantido pela Secretaria de Estado da Inclusão Social na localidade. Estarão presentes as equipes do Núcleo de Apoio ao Trabalho, da Coordenadoria Estadual de Políticas Para as Mulheres, e da Seja Digital, entidade responsável pela transição para o sistema de TV, com o desligamento do sinal analógico.

Segundo Cristina Alves, coordenadora do Espaço, a ideia foi agregar serviços que beneficiem a comunidade numa mesma oportunidade. “A gente está mobilizando a comunidade para que possam vir aproveitar. O NAT, principalmente, tem grande demanda por parte dos nossos frequentadores. A equipe virá fazer emissão de Carteiras de Trabalho e o cadastro no Sistema Nacional de Emprego, para intermediação de mão de obra”, explica.

Para conscientizar a comunidade sobre o combate à violência doméstica, a coordenadora Estadual de Políticas Para as Mulheres, Edivaneide Paes, conta que será realizada uma palestra informativa, sobre os diferentes tipos de violência que podem ser praticadas contra a mulher. “Nosso objetivo é mostrar para essas pessoas o que é e o que não é violência e como se dão a violência psicológica, física, sexual, etc. Muitas mulheres ainda não têm consciência de quando estão sendo vítimas, ou lhes faltam condições para denunciar. Nosso papel é empoderá-las através do conhecimento sobre os seus direitos”, defendeu Edivaneide.

A Seja Digital, responsável pelo processo de digitalização do sinal de TV no Brasil, estará presente em mais essa ação para informar a população sobre o desligamento do sinal analógico que acontecerá em 30 de maio, em Aracaju e 16 cidades da região, e promover o agendamento das famílias que têm direito a retirar o kit gratuito. Os participantes poderão ver a diferença entre o sinal analógico e o sinal digital, que oferece melhor qualidade de som e imagem aos telespectadores.

Podem ser contempladas com os kits gratuitos as famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal. O kit inclui antena digital e conversor com controle remoto, equipamentos que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital. Para agendar, basta estar com o NIS em mãos. O agendamento também pode ser realizado pelo telefone 147 (ligação gratuita) ou pelo site sejadigital.com.br/kit.

Da assessoria

Foto: Pritty Reis