siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Prefeitura de Aracaju mantém o trabalho preventivo para o período chuvoso

15 de Abril de 2019, 15:23

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), monitora as chuvas na capital. A atenção contínua integra o planejamento de ações que visam reduzir transtornos e minimizar riscos, especialmente nas localidades mais vulneráveis. Através da Defesa Civil, o município mantém as atenções voltadas às demandas da população, que acionam o órgão por meio no número emergencial 199.

O secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, reforça o impacto dos trabalhos preventivos que são desenvolvidos, permanentemente, pela Prefeitura de Aracaju. "Além do monitoramento permanente de áreas de risco e aprimoramento do mapeamento dessas regiões, mantemos diálogo com moradores dessas áreas, através dos Núcleos de Defesa Civil da Comunidade (Nudec). O forte trabalho de desobstrução de bueiros e limpeza de canais, promovido pela Prefeitura, também contribui de maneira decisiva para que a cidade responda bem, em ocasião de chuva, facilitando o escoamento das águas pluviais", indicou.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Sílvio Prado, durante o mês de abril, até o dia 14, já choveu cerca de 50mm na capital. "As previsões para a segunda quinzena, até o momento, são de chuvas moderadas, que variam de 5mm a 25mm por dia. São chuvas que a cidade tem capacidade de absorver sem maiores problemas. De todo modo, as equipes da Defesa Civil continuam o trabalho de monitoramento de áreas de risco e atentas à meteorologia, para que, diante da necessidade, tenhamos o menor tempo resposta possível. Vale ressaltar que a situação está dentro da normalidade, conforme previsões para o mês de abril", enfatizou.

199

O número emergencial 199 é um canal de comunicação que aproxima a população da Defesa Civil. As demandas resultam em vistorias e encaminhamentos para orientação aos solicitantes e medidas cabíveis para redução de riscos. O serviço funciona 24h por dia e pode ser acionado para riscos de desabamento, inclinação de árvores e postes, indícios de movimentação de terra, em áreas de morros e encostas, dentre outros.

O secretário Luís Fernando Almeida reforça a necessidade do acionamento imediato, diante da constatação de anormalidades. "Especialmente no período chuvoso, a população precisa estar atenta. Havendo algum sinal de anormalidade, deve acionar imediatamente a Defesa Civil para que uma avaliação seja feita, de maneira a prevenir acidentes", indicou.

Da assessoria

  • Medium 2d872c1e3f169e15812904e217914615