Comissão de Direitos Humanos da OAB acompanha ocorrência no bairro 17 de março

17 de Janeiro de 2022, 05:05

Na tarde deste domingo (16), a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Sergipe, Lilian Jordeline, acompanhada do vice-presidente Erick Furtado Nunes, da secretária-geral adjunta da OAB/SE, Clara Arlene Ferreira, e do procurador de Prerrogativas da Ordem, Josefhe Barreto, esteve no bairro 17 de março, em Aracaju, para acompanhar de perto uma ocorrência policial que resultou na morte de um morador em sua residência.

Os advogados ouviram os familiares e vizinhos sobre o ocorrido, informando que a Ordem irá acompanhar toda a apuração do caso. “Nós recebemos os vídeos que circularam nas redes sociais e localizamos a família. Conversamos com as pessoas e disponibilizamos a instituição para dar apoio nas investigações. Nosso objetivo é acompanhar os desdobramentos para verificar a legalidade da situação”, afirmou Lilian Jordeline.

“Atuaremos em todos os casos que forem necessários com firmeza e presença, sem omissões, e por vezes em conjunto com as demais comissões em assuntos multidisciplinares. O perfil da nova gestão da OAB é estar atento e acompanhando tudo de perto, de forma imediata e com todo respeito às instituições envolvidas. A Comissão de Direitos Humanos possui o discernimento necessário para realizar seu trabalho com equilibro e respeito a todas as instituições”, frisou a presidente.

Por Innuve Comunicação

Ascom-OAB/SE