siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Delegado diz que suspeito de matar capitão Oliveira morreu; SSP/SE nega

14 de Abril de 2018, 06:11

Delegado de Pernambuco diz que suspeito de participar da morte do capitão Oliveira morreu em troca de tiros com a polícia pernambucana. Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP), negou a informação.

Delegado de Pernambuco diz que suspeito de participar da morte do capitão Oliveira teria morrido em troca de tiros com a polícia. Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP) nega.

Um dos suspeitos de ter matado o comandante do Pelotão da Companhia Especializada em Operações Policiais em Área de Caatinga (Ceopac), capitão Manoel Oliveira, morreu  em confronto com a polícia no estado de Pernambuco.

As informações foram passadas na tarde desta sexta-feira (13), durante coletiva realizada em Recife (PE), com objetivo de falar sobre os quatro assaltantes de banco que morreram em um confronto com a Polícia Militar, em Ibimirim, no Sertão pernambucano, o delegado da Força-Tarefa Bancos/PE, Ariosto Esteves, disse que Risomar da Conceição, de 38 anos, pode ter participado da morte do comandante do Pelotão da Companhia Especializada em Operações Policiais em Área de Caatinga (Ceopac) de Sergipe, capitão Manoel Oliveira.

Durante a entrevista, o delegado Ariosto explicou que "Risomar era procurado em quase todo o Nordeste por causa das ações violentas que ele praticava. Um detalhe importante é que ontem (quinta-feira), a Polícia de Sergipe entrou em contato, porque também são suspeitos de terem matado o capitão da Caatinga, há alguns dias. Um deles, Risomar, é suspeito de ser o autor do homicídio do capitão”, revelou o delegado.

SSP nega - Na manhã deste sábado (14), a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP) nega a informação repassada pelo delegado pernambucano e diz que as investigações continuam sob sigilo.

Matéria atualizada às 10:45h deste sábado (14) para acréscimo de informações

 

  • Medium 422585b60a13e58d97bbbb62d773a957