siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

DRCC orienta sobre quais medidas tomar para fazer uma denúncia

09 de Fevereiro de 2019, 07:27

É importante que a vítima esteja munida de provas para iniciar as investigações

Na semana que marca o Dia da Internet Segura, a Delegacia de Crimes Cibernéticos orienta usuários (DRCC) sobre quais medidas tomar para fazer uma denúncia. É necessário para qualquer investigação um print relativo à compra, ou uma conversa. É importante que esse print não seja de celular porque é impossível a  visualização do URL completo, e sem esse recurso não há como pedir para o suporte técnico do site ou aplicativo que liberem o histórico da conversa.

O que é uma URL?

É o endereço eletrônico que fica na barra de navegação em qualquer página de site acessado pela internet. Seja uma rede social ou uma página comum, que serve para a identificação da página, publicação, o dia e a hora em que foi feito o acesso.

O print do celular corta o link e não fica com uma informação completa, e não serve para investigação, e sem esse material em mãos não consegue avançar nas investigações. É de extrema importância que a vítima faça um print de um computador utilizando a tecla print screen e cole em um arquivo do word para a impressão da página e então e aí sim a gente vai ter um texto completo.

A delegada Rosana Freitas orienta como coletar provas para fazer a denúncia. “Geralmente quando a vítima vem até a delegacia ela não tem essa orientação, a equipe passa as informações de como fazer o print ou ajuda a pessoa fazer, mas quando essa informação já se perdeu, as investigações somente podem ser iniciadas com as conversas salvas, identificação do número do telefone, e-mail ou áudios que possam servir como provas legais.”

A investigação de crimes cibernéticos é mais específica e depende de um conhecimento tático, isso não significa dizer que não é possível chegar no infrator. Hoje os mecanismos usados pela polícia possibilitam a identificação do autor.

Serviço

A Delegacia de Crimes Cibernéticos fica na rua José de Oliveira Filho, 50, Praça Poeta Clodoaldo de Alencar, conjunto Leite Neto, bairro Grageru. O registro de ocorrências ocorre de segunda à sexta-feira, das 7 às 18h. Contatos para dúvidas: (79) 3194-3100 / drcc@pc.se.gov.br.