siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

PC de Alagoas prende acusados de matar e queimar os corpos de casal sergipano

09 de Março de 2018, 11:20

A polícia civil do estado de Alagoas prendeu nesta quinta-feira (08) os acusados de matarem com requinte de crueldade o sergipano de Capela (SE), José Alberto Alves, o "Chacal" como era conhecido e sua companheira Quitéria Mendes dos Santos, a "Téo".

O crime que ganhou repercussão nos dois estados, SE e AL, aconteceu no dia 28 de agosto de 2017, quando os corpos do casal foram encontrados carbonizados dentro de um Fiat Pálio, em um canavial próximo a Usina Porto Rico, em Campo Alegre (AL).

Os mandados de prisão, busca e apreensão foram cumpridos pela Policia Civil, através da Gerência de Polícia Judiciária (GPJ-A3), das delegacias de São Miguel dos Campos (6ª DRP), Campo Alegre (75° DP) e São Luiz do Quitunde (93° DP).

A PC/AL ainda não divulgou as informações sobre o cumprimento dos mandados e nem o que pode ser descoberto após as investigações e o que teria levado os assassinos a praticarem o crime. Também não há informações de quantos suspeitos foram presos.

Segundo o site alagoasweb, as investigações foram conduzidas pelos delegados Nilson Alcântara (Regional 6ª DRP) e Alexandre Cesar, que a época coordenava a delegacia da Campo Alegre, atualmente a frente do 93° DP (São Luiz do Quitunde).

As vitimas - José Alberto Alves, o "Chacal" como era conhecido e sua companheira Quitéria Mendes dos Santos, a "Téo", eram sergipanos de Capela e ultimamente residiam na cidade de São Miguel dos Campos, em Alagoas.

Com informações do alagoasweb

Munir Darrage

  • Medium a01cf34bc9929eed1fa06de11274fa18