siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Polícia judiciária de Frei Paulo viabiliza soltura de idoso de 72 anos do COPEMCAN

09 de Fevereiro de 2018, 08:15

Considerado foragido desde setembro de 2017, por ter mudado de endereço sem avisar à justiça de Frei Paulo, onde responde processo desde 2012 por violência doméstica e ameaça, José Antônio de Santana, 72 anos, teve sua prisão preventiva decretada, para garantir a aplicação da lei penal e a instrução criminal.

Durante as diligências e cumprimento da ordem de prisão preventiva do aposentado, nesta última terça-feira (06), no Bairro Bugio, em Aracaju/SE, constatamos no local que, juridicamente, não perdurava mais os fundamentos da detenção, vez que ele já estava morando em novo endereço com a esposa que é a vítima no processo, não se podendo alegar a existência da ameaça de mais de meia década, bem como o endereço residencial deles para intimações passou a ser de conhecimento da

Polícia judiciária.

Assim, na manhã de quinta-feira (08), após diligenciar e localizar a esposa para ir ao fórum formalizar as informações, de imediato entramos em contato pessoalmente com a promotora e com o juiz em exercício na cidade, que tiveram a mesma compreensão e entendimento jurídico nosso, e determinou a revogação da prisão preventiva e a expedição do alvará de soltura que foi cumprido no final da tarde no COPEMCAN, sob o compromisso dele comparecer a todos os atos do processo”, afirma o Delegado

Leógenes Corrêa.

O delegado Leógenes afirma que “apenas fizemos o papel constitucional do delegado de polícia civil, que é uma polícia investigativa e judiciária, e informamos à justiça fatos que presenciamos e não estavam no processo, afinal a polícia moderna não é só para prender por prender, e sim para fazer justiça e garantir o direito de todos”.