4º dia de greve com ato público na frente da Câmara de Vereadores de Maruim

15 de Setembro de 2021, 06:31

Pelo não cumprimento do acordo de pagar o salário de dezembro de 2020 até o dia 10 de setembro, e o salário de agosto deste ano, por parte do prefeito de Maruim, Gilberto Maynard, os auxiliares e técnicos de enfermagem, além dos demais servidores da saúde de Maruim, representados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), estão em greve desde sábado e nesta terça-feira à noite, 14, quarto dia de movimento grevistas, foi realizado um ato na frente da Câmara Municipal de Vereadores.

Na ocasião, o Sintasa e trabalhadores chamaram a atenção dos vereadores que, inclusive, cobraram do prefeito o cumprimento do acordo que foi feito na própria casa legislativa no dia 10 de agosto tendo como testemunha os parlamentares. A próxima ação será um apitaço que acontecerá, nesta quinta-feira, 16, às 8 horas, com saída na frente do Hospital Nossa Senhora Boa Hora, e percurso pelas ruas da cidade.

"É uma falta de compromisso com os trabalhadores e falta de planejamento desta gestão, que coloca os servidores em último lugar. Por isso, a greve continua, estamos firmes nesta luta até que sejam creditados os salários na conta dos profissionais da saúde. Tudo isto é lamentável porque não existe nem previsão de pagamento. Daí a importância da união de todos para nos reunirmos neste apitaço que acontecerá na quinta-feira", disse Augusto Couto, presidente do Sintasa, que participou do ato com o gerente-administrativo, Janderson Alves.

Informações e foto Sintasa