Belivaldo autoriza início das obras de reestruturação de parte da Rodovia SE-179

13 de Setembro de 2020, 09:32

 

Uma reivindicação local, tendo em vista a importante rota para escoamento da produção de milho e leite da região

A população do município de Pinhão e arredores comemora a reestruturação de parte da Rodovia SE-179, no trecho que vai  à BR-235, uma reivindicação local tendo em vista a importante rota para escoamento da produção de milho e leite da região. 

Nesta sexta-feira (11), o governador Belivaldo Chagas esteve no município, a 99 km de Aracaju, para assinar ordem de serviço, autorizando o início das obras, que faz parte do projeto de reestruturação das rodovias sergipanas, o Pró-Rodovias.

 “Nós temos cerca de 600 quilômetros de rodovias com péssimas condições de trafegabilidade. A ideia é de que pelo menos 50% dessas rodovias sejam reconstruídas, e parte delas é onde nós estamos dando ordem de serviço. Então são R$ 200 milhões que vão ajudar. Cerca de 350 quilômetros serão reconstruídos com esses recursos e hoje, nós estamos aqui porque havíamos assumido esse compromisso. Portanto, é uma ação extremamente importante, porque a população reclamava, e o mais importante são esses R$ 200 milhões que nós estamos jogando na economia local. Isso aquece, é geração de emprego, é renda, é tudo isso que a gente está precisando exatamente neste momento: Investimentos para o Estado de Sergipe.”, disse o governador.

Pinhão é produtor de milho e leite e a recuperação da rodovia promoverá o escoamento da produção de maneira eficiente e rápida para os polos comerciais do estado e do país. A obra será executada pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), com investimento de R$ 5.086.574,13, numa extensão de 10 quilômetros.

A obra

De acordo o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Bira Barreto, o Pró Rodovias deve reestruturar 15 rodovias com investimento que deve chegar a R$ 200 milhões.

“Hoje estamos imensamente alegres em função da autorização para início desta obra, visto que um dos maiores problemas, senão o maior do nosso estado, é relacionado à rodovia. Esta, por exemplo, foi executada em 1990, já possui 30 anos e não foi feita nenhuma intervenção de maior porte. Hoje também assinamos o contrato de financiamento com a Caixa, onde o outro trecho, que vai de Pinhão a Simão Dias, também será beneficiado em breve”, afirmou o secretário.

Pelo Pró-Rodovias, já foi autorizado, e já está em execução, o trecho que liga os municípios de Tobias Barreto a Riachão do Dantas. Também estão em andamento os serviços na rodovia João Bebe Água, com extensão total de 13 km, ligando São Cristóvão à capital.

O projeto prevê, inicialmente, a reconstrução de 350 quilômetros de rodovias, que será anunciada de acordo com a assinatura da ordem de serviço de cada uma delas. Parte dos recursos já está assegurada e outra parte será viabilizada por meio de financiamento via Caixa Econômica Federal. 

Foto: Arthuro Paganini