Deputados participam de reunião-almoço promovida pela Abrape Sergipe

13 de Setembro de 2021, 15:35

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), participou no início da tarde dessa segunda-feira (13), de uma reunião-almoço promovida pela Abrape Sergipe. Na ocasião foram apresentados para todos os setores da cadeia de turismo e eventos do Estado os benefícios do Programa de Recuperação do Setor de Eventos (PER/SE) e o convênio Abrape/Sebrae que tem como finalidade elevar a Competitividade e a Sustentabilidade dos pequenos negócios do setor de eventos. O líder do governo, deputado Zezinho Sobral (PODE) também prestigiou o evento.

Um dos palestrantes da reunião, o presidente nacional da Abrape, Doreni Camaroni Júnior, explicou que a entidade tem trabalhado em duas frentes: na mitigação do impacto da pandemia e aceleração da retomada com responsabilidade. “Nosso objetivo é garantir planejamento contínuo e propositivo para os próximos meses. E o evento vem acompanhado de hotelaria, gastronomia, segurança e uma série de outros setores que se movimentam com os eventos que são lançados”

“Manter o setor de eventos forte e pujante é dar força a uma série de outros setores que estão ligados. Nossa intenção é referenciar ao poder público, dar tranquilidade e segurança que são medidas que já foram tomadas em outros lugares fora do Brasil e em outros Estados para a gente avançar neste processo de retomada e o agente público poder decidir com firmeza. A gente gostaria de acelerar, mas respeitando as condições epidemiológicas do local. O que nós buscamos é a previsibilidade, é o grande desafio”, completou o presidente Doreni Camaroni.

O presidente da Alese, deputado Luciano Bispo se comprometeu em ouvir o segmento de eventos e colocou a Assembleia Legislativa à disposição para intermediar os entendimentos para a retomada segura das atividades no pós-pandemia, “Nós estamos presenciando um grande passo dado por esses empresários que estão se somando para planejar esse movimento de retomada da economia e com a segurança necessária. O turismo precisa de apoio e incentivo e nós do Poder Legislativo estamos aqui para somar”.

Em seguida, Luciano Bispo lembrou que a Assembleia Legislativa buscado colaborar quando desenvolveu, em parceria com a Fundação Dom Cabral, o Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável de Sergipe (PDES). “O Plano revelou que um dos setores que a gente precisava ter uma atenção especial é o Turismo. Infelizmente essa pandemia afetou os mais diversos setores, mas o nosso governo está investindo na recuperação das estradas, sofremos com a escassez de voos e passagens caríssimas, mas algumas entidades também precisam ser mais profissionais”.

O também deputado Zezinho Sobral reconheceu que o setor de eventos foi o mais prejudicado pela pandemia e disse que “este segmento está buscando a possibilidade de recriar as suas ações e reprogramar o seu trabalho, inclusive de criar alternativas e se prevenir para determinadas eventualidades. Esse evento tem essa possibilidade, traz informações e sugestões para o trade sergipano. Nosso mandato tem o intuito sempre de apoiar e incentivar e estamos aqui nos colocando à disposição”.

Fabiano Oliveira

O diretor regional da Abrape em Sergipe, Fabiano Oliveira, lembrou para os presentes que são 17 meses sem atividades do setor de eventos e que é preciso buscar a previsibilidade necessária para a retomada dos trabalhos no pós-pandemia. “A Abrape faz parte do Comitê Científico a pedido do governador Belivaldo Chagas e temos essa oportunidade de debater e construir essa retomada. Temos a liberação de 500 pessoas em locais abertos e 300 em ambientes fechados. Os números se mantendo assim, em Outubro a gente já pula para mil pessoas”.

Ele explicou que haverá um aumento progressivo nos meses subsequentes, mas enfatizou que as pessoas precisam ter consciência dos cuidados necessários, em especial, de concluírem todo o processo de vacinação. “É preciso se vacinar! Nos eventos será exigido o cartão da vacina! Você precisar para ter acesso em um estádio de futebol, em um casamento, grandes congressos, feiras e eventos, além dos shows, cujos protocolos serão todos cumpridos. A Abrape tem o compromisso de combater a clandestinidade. São 17 meses sem trabalhar, fomos os primeiros a parar e os últimos a voltar”.

Sales Neto

Presento na reunião, o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, ressaltou a preocupação dos empresários do setor de eventos em garantir o retorno gradativo das atividades. “O governador já há algum tempo sinaliza e senta na mesa com os representantes da Abrape aqui de Sergipe. Eles precisam de previsibilidade para fazerem o planejamento necessário. Nós ainda vivemos uma pandemia e o governo tem muita responsabilidade. Esse segmento traz muitos turistas, movimenta a cadeia econômica, os hotéis e pousadas e, assim que for possível, esses limites serão ampliados. Tudo será estudado e analisado pelo governo”.

Gustavo Paixão

Um dos organizadores da reunião-almoço, o vice-coordenador da Câmara de Turismo da Fecomércio, Gustavo Paixão, explicou que o encontro foi idealizado para discutir as ações da Abrape até o final do ano e os planejamentos estabelecidos para o ano de 2022. “A pauta da retomada nós já cansamos nesses 17 meses de pandemia. A Fecomércio faz questão de apoiar qualquer movimento legal, responsável e seguro que fomente o turismo em Sergipe”.

Por Habacuque Villacorte