siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Erik Camarano da GE Power explana sobre termoelétrica na Alese

13 de Março de 2018, 14:57

 

De autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) e deputado estadual, Luciano Bispo (PMDB), representantes da GE Power estiveram na Alese para apresentar os impactos econômicos e sociais Usina Termoelétrica Porto de Sergipe I, localizada na Barra dos Coqueiros, além das tecnologias que a GE Power traz para a iniciativa.

De acordo com Erik Camarano, vice-presidente de Relações Governamentais para a América Latina da GE Power, o Complexo Termoelétrico Porto Sergipe I que é um empreendimento da Centrais Elétricas de Sergipe S.A. (CELSE), a Usina Termoelétrica terá tecnologia de ponta, tecnologia limpa e com enorme capacidade de geração de energia para toda a região Nordeste.

Disse ainda que o escopo das atividades da GE Power inclui três turbinas a Gás HA, detentoras de uma tecnologia recorde em eficiência, agraciadas com Guinness World Records; uma turbina a vapor, bem como um gerador de recuperação de calor e outros equipamentos associados, além de operação e manutenção da usina por 25 anos.

 “É importante mencionar, não só o volume total de energia gerada que vai ser 1.5 GW, isso responde por mais de 15% de energia gerada no Nordeste com uma tecnologia que estamos trazendo pela primeira vez para a América Latina que é uma turbina nova, ou seja, a gás HA da GE que irá desempenhar um importante papel para permitir uma resposta rápida às flutuações da demanda da rede e adapta-se rapidamente às mudanças climáticas”, destacou.

Vantagens

Em comparação com usinas hidrelétricas, são mais rápidas para se construir, podendo assim suprir carências de energia de forma mais rápida; Podem ser instaladas em locais próximos às regiões de consumo, reduzindo o custo com torres e linhas de transmissão, além de serem alternativas para países que não possuem outros tipos de fontes de energia.

Investimento da GG Power gerará cerca de 3 mil megawatts de energia e 1.700 empregos diretos somente nessa primeira etapa. A previsão é que as obras durem 36 meses e que, no final de 2019, a Usina Porto de Sergipe I já esteja pronta, entrando em plena operação em janeiro de 2020.

A Termoelétrica vai gerar energia a partir do gás natural e promoverá o fortalecimento do Porto de Sergipe, por onde será feita a importação do gás. Além disso, o complexo consolida o estado como produtor de energia, já que Sergipe produz também outras fontes energéticas como petróleo, gás natural, etanol, biomassa e energia hidroelétrica e eólica.

Complexo

O Complexo Termoelétrico Governador Marcelo Déda recebe apoio do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) e contempla três usinas de geração termoelétrica. São elas: Porto de Sergipe I, UTE Governador Marcelo Déda e UTE Laranjeiras. O grupo estuda, ainda, um projeto de viabilidade de outra fonte de energia renovável.  O complexo gerará cerca de 3 mil megawatts de energia.

Energia

O Governo de Sergipe tem incentivado fortemente a implantação de projetos de geração de energia elétrica em Sergipe. Além dos projetos de termelétricas capazes de gerar energia utilizando gás natural, o Governo estimula a produção de energia a partir de fontes renováveis, como na geração eólica e solar.

Foto: Jadilson Simões

Por Agência de Notícias Alese

 

  • Medium f24186ccec81e5bc9295d22be76ac0c8