siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

"Fui ao Fórum e pedi para ser notificado", afirma Cabo Amintas

15 de Maio de 2019, 15:30

O vereador Cabo Amintas (PTB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na manhã desta quarta-feira, 15, para esclarecer a narrativa sobre as medidas cautelares adotadas pela justiça e para apoiar o manifesto dos professores na porta da Casa Legislativa.

De início, o parlamentar trouxe novas informações sobre as medidas judiciais contra ele, anunciadas pela imprensa há pouco mais de uma semana. Como durante todo esse tempo o vereador não recebeu qualquer comunicado oficial da justiça, preferiu ir até o Fórum Gumersindo Bessa para pedir que fosse notificado, mesmo já cumprindo, por precaução, as restrições divulgadas.

“Na manhã de hoje fiz questão de, mesmo sem ser chamado, ir até o Fórum Gumersindo Bessa e pedi para ser notificado sobre toda a situação que acontece em relação ao nosso nome. Fui notificado, inclusive das [medidas] cautelares e de antemão já informo que irei cumprir, sem sombra de dúvidas. Já vinha cumprindo, mas a partir desse momento, oficialmente notificado, vamos cumprir mais que 100% e não vamos tratar do assunto do qual estamos proibidos pela justiça”, esclareceu.

Entre outras determinações,  a justiça adotou como medidas cautelares:

1) Proibição de ter acesso à Tribuna da Câmara dos Vereadores para fins de discursos sobre fraudes na contratação de bandas artísticas;

2) Proibição de conceder entrevistas sobre fraudes na contratação de bandas artísticas, em qualquer meio de comunicação;

3) Proibição de requerer a instalação de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), bem como de subscrever requerimento para instauração de CPI acerca de fraudes na contratação de bandas artísticas;

Ainda durante o Pequeno Expediente, Cabo Amintas também falou sobre a manifestação dos professores da rede municipal, que, entre outras demandas, buscam o reajuste do piso da categoria de 4,7%.

“Quero expressar o meu apoio à todos os profissionais da educação, do ensino, da prefeitura de Aracaju. A esses professores aposentados e aos que estão ainda na ativa, que estão aí na porta da Câmara pedindo apoio de todos os vereadores para que a gente possa sensibilizar — e eu tenho certeza que o líder do prefeito vai levar essa demanda pra ele — em relação ao piso salarial do magistério. O piso que, pasmem,  é lei. Enquanto o vereador Cabo Amintas cumpre a lei 100%, se não vai sofrer as sanções, o prefeito não está nem aí. Sabem o que eles querem? Só 4,7% [de reajuste]”, explicou.

Amintas lembrou ainda o dia da família, agradecendo o apoio das pessoas que estão ao seu lado em momentos de dificuldade. Além disso, lamentou que o trabalho feito por ele gere tantas reações antagônicas.

 “Vocês passam comigo todos os perrengues. Vocês são a base de tudo. De forma alguma eu vou decepcioná-los. Sabemos que o nosso trabalho tem sido feito e como é combativo e acabam surgindo muitas pessoas que desejam ser nossas inimigas”, reconheceu.

Por fim, o vereador ainda se pronunciou sobre uma situação inusitada. Um cidadão, que parecia ser assessor de um parlamentar da Casa, ofendeu Amintas na sala de reuniões da Câmara. Em outra situação, esse mesmo homem ameaçou agredir um funcionário da Câmara Municipal.

“Ontem, na sala de reunião, uma pessoa que eu achava ser assessor de um vereador, disse uma ofensa a minha pessoa e eu não voltei pra respondê-lo porque resolvi conversar primeiro com o vereador. Assessor meu que destratar um colega parlamentar aqui, no popular, ele ‘pega o beco’. Fui informado que o rapaz nem assessor é, e que a poucos instantes ele ameaçou agredir um funcionário da Casa. Disse que daria um soco no funcionário da Câmara Municipal. Essa Casa tem que tomar uma providência! Entra todo tipo de gente aqui e o segurança dessa Casa quase foi agredido. Quero saber quem vai responder por isso! E outra coisa: não vou admitir que ninguém que não é meu assessor use meu nome e vou exigir que os colegas vereadores façam o mesmo”, concluiu.

Fonte: Assessoria de imprensa do parlamentar.

  • Medium 83325b48617e29028e726d3fc0bdcaee