siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

"Infelizmente estou sozinho nesta luta na CPI do Lixo", disse Elber

16 de Maio de 2018, 05:39

Aconteceu na tarde desta terça-feira, 15, mais um reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os problemas envolvendo os contratos do Lixo entre a Prefeitura de Aracaju e as empresas desde o ano de 2010. Está é a 6ª sessão ordinária da CPI do Lixo na Câmara de Vereadores de Aracaju (CMA).

Os membros da CPI votaram hoje o Plano de Trabalho elaborado pelo relator da CPI, vereador Manuel Marcos. No entanto, o vereador Elber Batalha colocou uma emenda ao plano que deixava claro que, caso surgissem novos fatos durante as oitavas de testemunhas ou declarantes e nas visitas às autoridades, esses fatos seriam incluídos no processo de investigação da CPI. A emenda do vereador Elber foi rejeitada. “Queria entender o que se passa na cabeça dos membros da CPI que são da bancada de Edvaldo Nogueira. Como é que rejeitam uma emenda que deixa aberta a possibilidade de se investigar novos fatos no decorrer da CPI? Eu não entendo como isso pode prejudicar nosso trabalho. É muito medo do que possamos descobrir com as investigações. Existe algo de muito podre nessa questão do Lixo na Prefeitura de Aracaju. Enquanto enxergamos a CPI da Saúde andando e já ouvindo os envolvidos, passamos aqui na CPI do Lixo mais de 15 dias só para votar um plano de trabalho. Está muito clara a intenção e a insistência em barrar as investigações aqui na Câmara. Infelizmente estou sozinho nesta luta”, lamenta.

Além da votação do Plano, a CPI recebeu mais documentações do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), da Polícia Civil de Sergipe, que serão analisados na próxima reunião por ter chegado hoje à Câmara. A próxima reunião da CPI do Lixo na Câmara de Aracaju está marcada para o dia 22 de maio.

Foto Heribaldo Martins

Por Luciana Gonçalves

  • Medium 8001ed795ac2fac15c3ce9ebefece10b