siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Milton acredita que chegou o momento dos novos líderes no Estado

13 de Fevereiro de 2018, 05:52

O pré-candidato ao Governo do Estado Milton Andrade, do Movimento Livres, concedeu uma entrevista ao Cinform a quem fez importantes considerações sobre a política local e nacional. Ele revelou algumas das suas propostas para melhorar o Estado de Sergipe, como o mandato de dois anos para o delegado geral de polícia e PPP para duplicação das estradas, sendo o valor gasto com pedágio deduzido do IPVA.

Publicada nesta segunda-feira, 12, a reportagem traz sua análise sobre a política sergipana atual. Segundo Milton, que é empresário, advogado e vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), Sergipe está na entressafra, com líderes que estão se aposentando e deixando uma lacuna de referência política para a população. “Os novos líderes vão começar a surgir a partir de agora”, disse.

Perguntado pelo Cinform sobre a ruptura entre o Livres e o Partido Social Liberal (PSL), no episódio da rejeição da filiação do pré-candidato a presidência da República Jair Bolsonaro, Milton alegou que foi uma maneira de mostrar que o Livre possui coerência política. “Desde o início nós nos posicionamos no centro. Diferente do discurso de Bolsonaro que é mais radical”.

Sobre as candidaturas avulsas, àquelas em que uma pessoa poderá concorrer a um cargo eletivo mesmo não estando filiada a um partido político, Milton Andrade acha positiva, porém a mudança ainda depende do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) para valer nesta eleição de 2018.

Milton também fez uma análise sobre a disputa ao Palácio do Planalto. Segundo ele, a saída de Lula (PT) fez com que Bolsonaro (PSL) perdesse seu discurso antipetista, o que permite que outros pré-candidatos possam surpreender. Ele cita, dentre outros, Álvaro Dias (Podemos). Mas ele também aposta que este é o momento do liberalismo econômico. "O movimento do liberalismo econômico tem ganhado voz na sociedade brasileira”, afirmou à reportagem.

Por André Carvalho

Foto assessoria

 

  • Medium a5a236101601bcc8c3ea11546fa20604