siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Ministro do TSE vota pela cassação de maioria dos deputados sergipanos

13 de Junho de 2018, 05:45

O julgamento dos deputados estaduais de Sergipe, cassados por conduta vedada, em consequência da distribuição de verbas de subvenções em ano eleitoral, e que teve inicio nesta terça-feira (12), foi interrompido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por pedido de vista dos processos feito pelo ministro Tarcísio Vieira de Carvalho.

O voto do ministro Luis Fux condena nove parlamentares à cassação do mandato e dos direitos políticos e apenas dois conseguiram absolvição. Fux que votou contra os recursos apresentados pelos parlamentares. Em seguida, o ministro Tarciso Vieira pediu vistas do processo e o julgamento foi suspenso.

Foram condenados pelo ministro Luis Fux os ex-deputados Mundinho da Comase e Zeca da Silva, e os deputados Venâncio Fonseca, Augusto Bezerra, Adelson Barreto (federal), João Daniel (federal) Capitão Samuel, Gustinho Ribeiro e Zezinho Guimarães.

Os absolvidos foram os deputados Paulinho da Varzinhas e Jefferson Andrade, mas vão pagar multas. Fux também votou pela absolvição das conselheiras do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Suzana Azevedo e Angélica Guimarães.

  • Medium 3686c2b0d13a20c036a9d6d667079d77