siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Sobre a posição de Heleno, Belivaldo avisa: "estou vendo tudo"

07 de Maio de 2018, 08:41

O governador Belivaldo Chagas (PSD) está acompanhando de perto toda a movimentação política no estado e principalmente o posicionamento adotado pelo  ex-prefeito de Canindé do São Francisco, Heleno Silva (PRB), que tem acompanhado o senador Eduardo Amorim (PSDB) e André Moura (PSC), durante visitas ao interior do estado.

Neste final de semana Belivaldo Chagas concedeu entrevista à radialista Magna Santa, no jornal da FAN e após falar sobre o planejamento que fez para seu governo, inclusive anunciando que irá anunciar o calendário de pagamento dos servidores, fez uma explanação de como está vendo a posição do PRB com relação às eleições deste ano.

Ao ser questionado sobre de que lado estaria Heleno Silva e o deputado Jony Marco, Belivaldo ironizou ao afirmar que "Heleno é um homem bem relacionado e acredito que essas fotos que estão aparecendo mostrando ele ao lado de Eduardo, Valmir de Francisquinho e André, deve ser porque ele estava passando pelo local e ai chamaram ele", disse Belivaldo.

O governador deixou claro que está "vendo tudo". "Você se depara com alguém que demonstra estar mais ligado a oposição. Quem pensar que eu não estou vendo está enganado. Afinal ele não entregou os cargos e você vê que o partido ocupa vários cargos no estado, como por exemplo a Adema, diretoria da Fapitec, além de ser o representante do governo do estado em Brasília. Então acredito que ele continua no governo", contou Belivaldo.

Durante a entrevista, o governador explicou que ainda não conversou com o grupo do PRB e que teria marcado uma reunião que deveria ter ocorrido na sexta-feira passada, porém o deputado Jony Marco teria telefonado avisando que adiaria o encontro para está segunda-feira (07).

Belivaldo não disse que irá tratar com o deputado e também não confirmou se o ex-pastor Heleno Silva participará do encontro.

Ao final da entrevista Belivaldo disse que "quem tem pressa come cru. Confio em todos. Quero deixar claro que estamos discutindo sobre a formação da chapa majoritária e todos sabem que tem muito tempo ainda e estamos aberto a tudo", afirmou.

Sobre a situação financeira do estado, Belivaldo Chagas foi firme ao afirmar que "esse negócio de secretário fazer o pagamento não acontece mais. Primeiro é preciso se reunir com o governador e com o secretário de finanças do estado. Porque antes, o secretário mandava pagar e as vezes não era prioridade. Agora nós queremos saber se o que é prioridade para secretário será também prioridade para o estado", explicou o governador.

Munir Darrage