siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Conscientização sobre alergia alimentar será alvo de audiência

12 de Abril de 2018, 05:37

A alergia alimentar afeta entre 6% e 8% das crianças com menos de três anos de idade, e entre 2% e 3% da população adulta, segundo dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). Os números aparentemente pequenos representam muito, considerando o universo populacional brasileiro, além ser um processo crescente com quadro que tem persistido por mais tempo.

Nessa perspectiva, a Comissão de Assuntos Sociais aprovou nesta quarta-feira (11), Requerimento de autoria da senadora Maria do Carmo Alves (DEM), propondo a realização de audiência pública visando instituir a Semana Nacional de Conscientização sobre a Alergia Alimentar. “Apesar do notável aumento de casos de alergia alimentar, não há no Brasil, até o momento, dados oficiais sobre sua prevalência”, justificou Maria, ressaltando que as reações têm sido cada vez mais graves, “o que demanda que haja maior atenção ao tema por parte do Estado e conhecimento por parte da sociedade”.

Ao justificar a propositura e defender a aprovação, Maria observou que quanto mais informação a população brasileira tiver sobre a alergia alimentar, maior e melhor será o acolhimento de quem convive com o problema, pois terá mais condições de evitar a ocorrência de reações adversas pelo contato indesejado com alimentos aos quais tem hipersensibilidade. “Nesse sentido, conscientizar cidadão é importante para que a sociedade tenha conhecimento sobre esta condição, viabilizando que aquele que tem alergia alimentar possa, com segurança, participar de todas as atividades do dia a dia”, afirmou.

Ela explicou que a instituição da Semana Nacional de Conscientização sobre a Alergia Alimentar é uma iniciativa que não traz custos ao Estado e que tende a criar um ambiente propicio à promoção de seminários, ciclos de debates, rodas de conversa, palestras e outros eventos relacionados ao tema, fato que certamente resultará em uma maior visibilidade da alergia alimentar. “A audiência pública vai nos propiciar o aprofundamento do debate sobre o tema”, disse a senadora democrata.

Da assessoria