Especialista destaca importância cuidados com transmissão do coronavírus pela saliva

23 de Fevereiro de 2021, 06:59

O coronavírus ainda é um desafio para os profissionais e pesquisadores da saúde. Como todo vírus, ele é passível de mutações e variações. Desde o seu início, tem apresentado um alto potencial de transmissão, o que tem acarretado em um aumento rápido de infectados, principalmente quando há ambientes propícios, ou seja, com pouca ventilação e com aglomeração.

A transmissão do coronavírus ocorre por meio de partículas presentes no ar, pelo contato das mãos sujas na cavidade bucal e nasal (boca e nariz) e nos olhos. Por isso, o uso da máscara continua sendo obrigatório, higienizar as mãos com sabão ou álcool é parte fundamental para evitar a propagação do vírus.

Rafaela Magda, dentista do Hapvida e mestre em odontologia clínica, elucida sobre os riscos da transmissão. “ É preciso ter cuidado com o compartilhamento de itens pessoais como escova de dente, garfo, faca, copo e com o contato físico da saliva. É importante que todos tenham a consciência que gestos que parecem simples como beijos, abraços e aperto de mão, podem servir como transmissores do novo coronavírus”, orienta.

A especialista ainda acrescenta que apesar de não ter tido feriados que contribuem para a aglomeração, a população precisa se manter em alerta para se prevenir dos riscos, sendo assim, o  isolamento social é uma das medidas mais eficazes para a prevenção no combate à Covid-19.

Fonte e foto assessoria