Projeto ‘Vivendo Milagres’ estimula doação de sangue no Centro de Hemoterapia

18 de Setembro de 2020, 06:59

Número de doações reduziu em mais de 50% desde o início da pandemia

O desejo de ajudar ao próximo mobilizou voluntários que, por meio do projeto 'Vivendo Milagres', colaboraram com o serviço de doação de sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). A iniciativa solidária foi realizada nesta quinta-feira, 17, com o intuito de contribuir para ampliação dos estoques dos sangues O, A, B e Ab, positivo e negativo.

Responsável pela ação, Anita Daniele Andrade de Carvalho Pereira contou que o grupo surgiu de um desejo em ajudar pacientes. “Era algo que sempre quis fazer e Deus confirmou em meu coração. Reuni meus amigos e estamos aqui para trazer esperança na vida de pessoas que dependem desse gesto nosso”, destacou.

A gerente de Ações Estratégicas, Rozeli Dantas, lembrou que desde o início da pandemia o número de doações reduziu em mais de 50%. “Estamos buscando os parceiros que mobilizam as pessoas para participar das campanhas e doar sangue. Também reforçamos as convocações de voluntários que estão dentro dos critérios para vim doar sangue”, ressaltou a assistente social.

Dentre os critérios para doação de sangue é necessário está bem de saúde, sem sintomas de gripe ou resfriado, ter idade entre 16 a 69 anos, pesar acima de 50 quilos, apresentar um documento oficial e original com foto, válido em todo território nacional. “Também é preciso comparecer a unidade bem alimentado”, avisou a gestora.

O Hemocentro de Sergipe funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 17h. Mais informações sobre os serviços através dos telefones: (79)3225-8039 e 3259-3174.

Fonte e foto assessoria