siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Pronto Socorro do Huse contabiliza 52 atendimentos a vítimas de queda

11 de Fevereiro de 2019, 12:55

 

 

 Um final de semana dentro da normalidade no Pronto Socorro do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde. No período de 8 a 10 de fevereiro, foram registrados 621 atendimentos a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Desse total, 118 precisaram continuar internados para reavaliação ou observação. Por ser um hospital de média e alta complexidade, os atendimentos de baixa complexidade continuam superlotando a Área Azul do Huse.

 Para se ter uma ideia, foram atendidas nessa área, somente nesse final de semana 300 pessoas com os mais variados sintomas como dor de cabeça, dor abdominal, febre, entre outros. A estudante Ane Isabelle Menezes, 22, estava acompanhando o primo que estava realizando exames laboratoriais. Ele chegou com fortes dores abdominais e vomitando. Foi avaliado pelo clínico geral e constatada uma infecção intestinal.

“Ele já está bem melhor, mas, chegou aqui na noite de sábado muito mal e vomitando. Fez exames e o médico deixou ele mais um dia para que o remédio faça o efeito necessário. Acho que ele passou mal depois de um sanduíche que comemos na sexta-feira passada. Muito molho gostoso e difícil de resistir. Mas agora ele vai ficar bem e já vai receber alta médica depois da próxima medicação”, explicou a jovem.

 As salas de ortopedia e sutura registraram um total de 205 atendimentos no final de semana. Os consultórios do otorrino e oftalmo somaram 32 atendimentos e os ambulatórios de oncologia e fisioterapia atenderam 12 pacientes. O Hospital Pediátrico Dr José Machado de Souza atendeu durante o final de semana 61 pacientes, a maioria de baixa complexidade.

 O final de semana também registrou alguns casos de violência urbana. Foram cinco vítimas de arma branca, oito de arma de fogo, além de cinco vítimas de agressão física. Os acidentes no trânsito também fizeram algumas vítimas durante o final de semana. Foram 38 vítimas de acidentes envolvendo motos, 3 vítimas de acidente automobilístico e 3 vítimas de atropelamento. Foram registrados também 52 vítimas de queda. 

Vítimas de queda

Somente neste fim de semana, o Huse acolheu 52 vítimas de queda. De acordo com dados do Sistema Integrado de Informatização de Ambiente Hospitalar do Hospital de Urgência de Sergipe (Hospub/ Huse), gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou nos primeiros dez meses deste ano (janeiro a outubro de 2018), 8.114 vítimas de queda. Para se ter uma ideia, foram registrados nesse período, 5.643 vítimas de algum tipo de queda, 1.567 vítimas de queda da própria altura, 372 vítimas de queda de animal, 85 vítimas de queda de árvore e 447 vítimas de queda de bicicleta.

Uma estatística preocupante e que não para de crescer se comparado ao mesmo período do ano passado, que registrou 7.250 vítimas envolvidas em queda. Um fato preocupante é que grande parte das vítimas são idosos e crianças. De acordo com o coordenador do Pronto Socorro, Vinícius Vilela, o cuidado com o idoso deve ser especial e com as crianças devem ser redobrados, já que a maioria dos acidentes que chegam no PS do Huse são domésticos.

“Muitos idosos chegam aqui com fraturas graves de fêmur, quadril, tornozelo, braço, entre outras e poderiam ser evitados. A atenção deve ser a todo instante tanto com idosos como com crianças. O que a gente chama atenção é para que o familiar pense em um ambiente adaptado para o idoso, já que a maioria dos acidentes acontecem dentro de casa”, enfatizou.

Foto: Flávia Pacheco

ASCOM SES

 

  • Medium 5795b10ce08b708c868e79a3b7dbc2b1