siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Samu atende cerca de 10 mil politraumatizados no último ano

09 de Maio de 2018, 07:24

No sentido de sensibilizar a sociedade para um trânsito mais seguro e cidadão, profissionais do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Sergipe, permanecem atuantes nas mobilizações alusivas ao Maio Amarelo. O movimento mundial usa este ano o mote ‘Nós somos o trânsito’, sendo esse aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), através da Resolução 722/2018, como inspiração para peças, como vídeos, spots de rádio, postos para mídias sociais, folders e cartazes.

Segundo o gerente do NEP do Samu, Ronei Melo, estatísticas apuradas na Sala de Dados e Informações do Samu apontam para o registro de, aproximadamente, 10 mil pacientes politraumatizados, vítimas de acidentes de trânsito, atendidos pelas equipes pré-hospitalares no último ano. “Infelizmente, as estatísticas de incidentes no trânsito tem nos mostrado, a cada ano, uma dura realidade. Entretanto, continuamos acreditando que a mudança diária do nosso comportamento no trânsito modificará este cenário”, ressaltou o gerente.

Ronei ainda destaca que o objetivo de mostrar, através do Maio Amarelo, que todas as entidades, nas três esferas governamentais, estão firmes na tarefa de contribuir para a redução dos acidentes de trânsito, faz alusão ao mote da campanha mundial deste ano, que diz ‘Nós somos o trânsito!’. “Para melhor sensibilizar a população sergipana, o Samu está usando as redes sociais para a divulgação de banners e quantitativo de acidentes de trânsito. Através das estatísticas, pretendemos sensibilizar a população, usando como referência os motes do projeto ‘Amigos do Samu’”, explicou Ronei.

Educação

 ‘Sou Amigo do Samu – Não uso celular ao volante’, ‘Sou Amigo do Samu e Uso Capacete’, ‘Sou Amigo do Samu e uso cinto’ e ‘Seja Amigo do Samu – Se beber não dirija’ são motes do projeto desenvolvido pelo NEP e também usados no movimento Maio Amarelo. A proposta é chamar a atenção sobre a importância da mudança de atitude nos deslocamentos, evidenciar que as mortes causadas por acidentes de trânsito, sejam motociclísticos ou automobilísticos, precisam ser freadas e lembrar que cada um é responsável por mudar esse cenário adotando novos comportamentos. Para isso, são realizadas blitz educativas, palestras em unidades escolares, panfletagens e adesivagens.

Maio Amarelo

Em Sergipe, o Maio Amarelo acontece mediante esforços do Governo do Estado de Sergipe e da Prefeitura Municipal de Aracaju, através do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE) e Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT/Aju), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF); Polícia Militar de Sergipe (PM-SE), por meio do BPRv e CPTran; Corpo de Bombeiros; Samu; Guarda Municipal de Aracaju; SMTTs dos diversos municípios sergipanos; Secretaria Municipal de Saúde (SMS); Sest/Senat; Sesi; Instituto Luciano Barreto Júnior; Projeto Vida no Trânsito (PVT).

Fonte e foto assessoria

  • Medium 464e5e54f4ebf72599e375ebc584ec07