siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Sergipe alcançou 47% de cobertura vacinal contra a Influenza

14 de Maio de 2018, 16:13

Com 214.500 doses aplicadas até o momento e intensificadas no último sábado, 12, ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, os postos de saúde dos 75 municípios sergipanos estiveram abertos das 8h às 17h para a aplicação da vacina contra a gripe nos grupos prioritários, definidos previamente pelo Ministério da Saúde (MS). A vacina contra a influenza é trivalente e protege contra três vírus: o H1N1, H3N2 e a influenza B.

Os grupos compreendem crianças de seis meses e menores de cinco anos, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, gestantes em qualquer período gestacional, puérperas no período de 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.

A gerente do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Teles, destaca que o somatório representa uma cobertura vacinal estimada em 47%, índice considerado baixo, visto que o Estado de Sergipe deve vacinar, conforme meta estabelecida pelo Governo Federal, 460 mil pessoas, o que corresponde a 90% da população geral.

“Três estados nordestinos estão à frente de Sergipe, conforme os dados relacionados à cobertura vacinal contra a influenza. São eles o Ceará, com 60,8%; Rio Grande do Norte, com 52%; e Pernambuco, com 46,5%. Ou seja, estamos em quarto lugar, tendo como parâmetro o nordeste brasileiro, considerando que os números estaduais e nacionais estão sujeitos a alterações a cada instante, conforme registros provenientes dos postos de saúde”, explicou Sândala.

Sensibilização

Mesmo após o Dia D, a gerente do Núcleo de Imunização da SES adverte os cidadãos que estão inseridos nos grupos prioritários, para que se dirijam aos postos de saúde, a fim de que os números relacionados ao Estado de Sergipe sejam melhorados, tornando mais ampla a cobertura vacinal no território. 

 “A SES, através deste núcleo, mantém constante o diálogo com os municípios, a fim de que haja grande sensibilização através da adoção de estratégias, como carros de som para intensificar o chamamento desses indivíduos. Garantimos o abastecimento de insumos em todas as unidades básicas de saúde, sendo que toda semana representantes do município se dirigem à capital em busca do seu imunobiológico após comunicado emitido pela SES assim que é constatada a chegada do material proveniente do MS”, acrescentou.

O ‘Dia D’ de mobilização para multivacinação ainda serviu para a atualização de cadernetas de vacinas. As salas de vacinação utilizadas no último sábado para este fim e para a imunização de cidadãos contra a influenza continuarão em funcionamento durante a semana, mas com outras atribuições. A campanha nacional, que começou no último dia 23 de abril, será realizada até o dia 1° de junho.

Fonte e foto assessoria

  • Medium 4e56be0707119c3c1cd8611cf7195041