siga nossas
redes sociais:
FacebookTwitter

Sergipe lidera ranking do Nordeste em aplicação de recursos próprios na saúde

09 de Abril de 2019, 14:10

O esforço que o governo do Estado tem feito para melhorar a qualidade da assistência faz de Sergipe o primeiro Estado do Nordeste em aplicação per capita de recursos próprios em ações e serviços de saúde. A informação é do diretor de Planejamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Os dados estão no Sistema de Informações de Ações e Serviços Públicos de Saúde da Secretaria do Tesouro Nacional. 

Embora tenha o menor Produto Interno Bruto (PIB) do país, Sergipe lidera o ranking nordestino, com a per capita de R$ 358,92 ficando à frente de Estados com PIB superior, como Pernambuco, que aplicou de recursos próprios em ações e serviços de saúde em 2018 o montante per capita de R$ 327.26.  Rio Grande do Norte investiu R$ 259,96 e o vizinho Alagoas, R$ 128,94.

O secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, destaca que os serviços de saúde são subfinanciados pelo Governo federal. “Logo, precisamos otimizar os recursos estaduais visando a melhoria da assistência à população sergipana, até porque o fortalecimento dos serviços de saúde é prioridade do governador Belivaldo Chagas e é por isso que a gestão não mede esforços para aplicar cada vez mais recursos nesta área, mesmo no cenário de crise por que passa o estado e o país”, observou.

Para o diretor de Planejamento da SES, Davi Fraga, este é um resultado muito positivo. “Se considerarmos que somos o menor PIB do país e, consequentemente, da região Nordeste, essa liderança é um feito muito positivo, que deve levar a população a compreender o esforço do governo em alocar mais e mais recursos, inclusive buscando outras oportunidades e outras formas de sempre melhorar a assistência porque este é o foco e a orientação do governador”, atestou Davi Fraga.

 Disponíveis

 De acordo com Fraga, os dados são oficiais e disponíveis para usuários e contribuintes consultarem se assim desejarem. O portal do Fundo Nacional de Saúde (FNS) tem os dados do Datasus/Siops, que é um sistema da Secretaria do Tesouro Nacional. A busca é feita pela internet, em portais de transparência do Governo federal, que qualquer pessoa pode acessar. “O que a gente fez, fundamentalmente, fez compilar os dados e compará-los com os dos outros Estados e chegamos ao resultado que nos deixa muito satisfeitos”, explicou.

SES

 

  • Medium e531a9a7f43c8fc35dfea2358f343604